sábado, 24 de novembro de 2012

Novos Rascunhos do Caos (pequenos fragmentos cotidianos)

  Gosto de filosofar sobre nada, já parei de debater irrelevâncias na mesa do bar mas continuo com grandes divagações sobre temas não importantes nas redes sociais ou na cama de namoradas.
Não me levem a sério, de romântico a dizerem que eu não presto e sou um canalha basta um pulo, não dá pra ligar para isso, sou o que dizem que eu sou, a opinião alheia depende muito de eu passar a mão na cabeça ou mandar tomar no cu (esse último sempre me apetece fazer com alguns indivíduos).
****************************
  João amava Teresa que amava Raimundo e por aí vai, e no fim quem não amava ninguém , um tal J.Pinto Fernandes se casa com a Lili e vivem felizes, o que se pode aprender no poema Quadrilha de Drummond é que não dá pra se matar por amor, sempre vai vir um ser não sei de onde sem pretensões, sem peso e sem poesia pra encantar a personagem da história e levar embora a Lili. Nem é questão de a pessoa não sentir amor, mas acho que o J.Pinto não se mataria por ninguém como fez o Joaquim, questão de poder, de atitude e sabedoria em face da vida, um homem vem e leva a mocinha que não se sentia obrigada amar o agora suicida Joaquim. Morrer de amor tem que ficar apenas na retórica homem!

******************************

 Nem é que eu não goste dos clichês do amor meu bem mas quero mais que cheiro de pipoca de tarde e musicas de amor da sua banda preferida. Se deixarmos fluir como você sempre prega alguém vai se dar mal. Entenda que o problema é todo meu, de ser egoísta, de não prestar pra agradar incondicionalmente alguém tão cheio de vida como você.


*********************************************
  As vezes eu sinto vontade de ficar só e você não me deixa, me faz bem, me faz mal, me corrói e sua alegria sem a minha dilacera o coração, porque aí eu coloco a máscara e faço o show de risos e sabendo que é falso a alma não aplaude.
Me perdoa eu tenho que ir, pode me culpar, dizer que eu não presto, que eu enganei, sei que você gosta de um drama mas essa sua vontade de ser feliz acaba comigo, não é que nem que eu não queira toda essa alegria, só não tenho saco e vocação.

********************************************


  Ele acreditava em afastamentos lentos,mágoa que dói menos se o adeus demora.
Tentei explicar sobre como uma adaga enfiada nas tripas retirada em um segundo de uma só vez causa uma dor excruciante em...um segundo e retirada aos poucos em dois minutos causa uma dor excruciante de, bem...dois minutos
Ele não entendeu pois ainda liga toda noite pra vadia



*********************************************


  Peço desculpas a quem já me leu por em diversas tentar explicar o amor e os relacionamentos, ora, muito patético, eu nem conseguiria explicar meu caminhar bêbado em direção a porta dela quanto mais explicar o amor, nem consigo entender minha letra no poema que eu fiz a ela, quanto mais o amor.
Só sei que nessa coisa toda de paixão a babaquice entra em compartilharmos com o mundo, é que toda essa gente triste acha uma lástima gentinha apaixonada como eu, eu quando estou triste acho um lamento só gentinhas apaixonadas por aí, então me adianto em pedir perdão pelas futuras contradições, pois vou dizer que o amor é feio e que eu o odeio e que eu o amo.



****************************************
  Aprendi no cinema assim, que a gente ganha a mocinha no charme ou na bala depois faz um amorzinho gostoso e o filme acaba.
Aprendi na vida real assim: a gente fala sacanagem baixinho no ouvido, come a dita cuja a noite toda com força e dependendo da quantidade de orgasmos que ela sentir pode ser um felizes para sempre temporário...ou não.


******************************************
  A decepção está te esperando na próxima esquina , não tente evitar. Alegria também pode estar na próxima esquina; a questão é esperar desesperadamente um ou buscar obcecadamente o outro fazem de você um panaca.
Tudo é causa e efeito, buscar a felicidade não consiste em pensar nela 24 horas por dia se afligindo por cada plano errado que adiaria esse pote de ouro no fim do arco-íris, tenho pra mim que buscar a felicidade é acordar de manhã e fazer tudo que planejei ao deitar ou chegar perto de fazer tudo e quando for deitar pensar no que faltou e tranquilo dormir o sono dos justos, de quem sabe que a hora certa não existe, ter a serenidade de saber que as coisas podem vir ou não.
Buscar a felicidade é um termo que nem gosto muito, se saber gente, ter consciência do ar e dos minutos é uma alegria imensa embora os depressivos duvidem. Felicidade é escrever resvalando na auto ajuda e se sentir bem, cafona , apaixonado pela vida e bem sem saber no início do texto que no final da escrita eu estaria me sentindo ainda melhor.



**********************************************************************************************





  Quando for amor não se preocupe, meus olhos te dirão, meus gestos te dirão, meu sorriso te dirá, mas deixa assim, sorriso descompromissado, ida ao cinema, tarde na praia, não cobre o que não dá pra ser, não mate o que ainda não nasceu, deixa amadurecer, deixa se transformar e se não vier a se tornar amor não se  decepcione, nem se martirize, não me culpe e não se culpe, o segredo estar em não pedir, não exigir de si , não exigir que o amor seja como mágica (coisa que ele não é), me dá a mão e deixa eu te divertir, sem forçar lágrimas no olhar, sem tentar me comover com dramas banais, eu não tenho medo de mulher forte e sinto pena das normais, tenha de mim o que te dou; quando eu puder não será meu coração que te negará mais.

.
***********************************************************

  Ela não é sua mas atua bem, não adianta repelir a paixão ou tornar duro o amor, não consegue, não dá
coisa de criança que não sabe brincar, está com brinquedo na mão, agora tem que ir até o final, até perder, até quebrar, não tem jeito, em alguns buracos quando se enfia não dá pra sair, só mesmo cavando como mamãe dizia até chegar na China e ver um outro sol em outro país, vai fingindo que tem, que possui, aproveita a alegria que uma hora "jaz" enquanto ela jazz.





            PENSAMENTO CONSEQUENTE: Eu não peço desculpa e nem peço perdão, não é minha culpa essa obsessão, meu coração é psicótico ,neurótico,todo errado

(CAETANO VELOSO)

46 comentários:

  1. Amor nao se explica pq o amor parte da concepçao de cada um...
    A verdade é que nos imaginamos amados por Sicrano...com o amor que idealizamos ou sentimos quando estamos amando... so que Sicrano nao nos ama do jeito que pensamos ser o certo para nos...ou que queremos...ou realmente Sicrano nao nos ama e nos é que nos iludimos...
    Mas... esse tal de amor... é o que mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Que legal seu blog, aborda assuntos bem interessantes, me identifiquei com ele' vc quer de fazer troca de seguidor cmg? ~>vc segue meu blog e eu sigo o seu’’ avisa no meu blog!... Boa noite!

    docefuturo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Boa noite *-* Aiai esse amor,prega tantas peças! cada paixão se torna uma história e com ela um bocado de sofrimentos e alegrias.
    Atualizei meu blog, gostaria que visse
    http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hahahahahaha Aquiles...

    Gosto do cinismo em vários pontos...

    Gosto também dos budistas do Zazen dizendo que quando uma árvore cai, não ficamos embaixo dela pensando em qual vai ser a altura do tombo, em que velocidade alcançara o corpo, com que força esmagará ossinhos e deixará tripas e sangue escorrendo pelo chão á olhos vistos...
    Instintivamente, e simplesmente, vivenciamos inteiros, corpo/mente/espírito/ a arte infalível do correr...

    E isso serve para a felicidade...
    Também para o amor...
    E para tudo o que envolva realmente viver algo.
    Estaremos tão inteiros, que nada mais se será percebido.

    Depois, e só depois que paramos (claro, obrigados por vários motivos que são um: fim da relação) para pensar, é tudo tão sem porquê. Tão sem pé e nem cabeça. Tão diferente do gôsto que na vivência tinha.

    Há quem pense no amor como numa moldura inglesa dos loirinhos e inocentes Romeu e Julieta...
    Ms na verdade, o amor é feio, sujo, peida, arrota, tem cheiro de bosta e urina como diz os Tribalistas numa canção...

    Ei, alguém nesse mundo ainda ama de verdade?

    Eu sim.
    Eu sim. Fazer o quê :/

    Boa Aquiles.
    Com toda a tua sinceridade característica.

    Meu boa noite.
    :)

    ResponderExcluir
  5. Ah, cara... o que posso comentar depois disso tudo?
    Gostei mais da parte em que você fala sobre culpa. Culpar quem? Eu? Você? Não iria adiantar mesmo...
    Até mais ;D

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que você, pensando bem ou mal, é das pessoas que mais entendem de amor nesse pedaço. E olhe que não passa de um adolescente, né? Haha...

    Falo seríssimo, esse teu "cinismo", com alguém já comentou, é delicioso e a gente devora feliz da vida.

    "Tão bom é morrer de amor e continuar vivendo", né não? Quintaneando, me despeço e vou.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Acho que é esseo mal do amor: mesmo com o coração partido queremos o causador de volta

    ResponderExcluir
  8. Nós usamos os comentários para ambas as coisas :)
    Quanto ao que você pensa sobre o Natal, eu também concordo com você. Hoje em dia o Natal é coisa material, pouca gente liga ao verdadeiro sentido.

    ResponderExcluir
  9. Novo post também em Dicionário Feminino! http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/ ,confere?

    ResponderExcluir
  10. Aquiles,
    bom te ler!
    Bom ler suas opiniões quase similares ou bastante diferentes da minha, a gente cresce assim.


    Abraço,
    e excelente semana.
    Jhosy
    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. OPA...oia eu aki, lendo e lambendo os beiços com textos tão deliciosos, adoru seu humor com coisas tão babacas e coisas tão "serias" enfim J. Pinto teria pegando alguem se tivesse mudado o nome ;)

    XERO NO ZOIO

    ResponderExcluir
  12. Oi Aquiles
    Nos assuntos de amor cada um define a seu jeito_ no final sempre prevalece os desencontros.Vai entender!
    Atualmente todos querem ficar livreslevesesoltos rs e nada melhor do que a satisfação e o prazer de 'ficar'com quem quer que seja ... é ou não? penso que a ausencia de vínculo amoroso desemboca no vazio.
    Gostei dos fragmentos_alguns um tantinho tristes rs
    abraços abraços

    ResponderExcluir
  13. Fantástico. Adorei toda a coletânea de mini textos, que se completam, ficou ótimo. Sabe que antigamente achava que vivia nesse poema Quadrilha do Drummond, rs.

    Sobre o The Cult, como esquecer? Impossível. Falei dele na semana passada nesse post aqui: http://www.rafaelando.com/2012/11/musica-anos-80-estilos.html

    Bjus

    Rafa
    Rafaelando

    ResponderExcluir
  14. muito boaaas essas 'máximas' aqui!
    adorei, principalmente, a que toca [em] Quadrilha, de Drummond.

    :)

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Menino Poeta, fiquei um bom tempo sem aparecer,
    sem saco para visitas...Mas valeu a pena! Voce conseguiu retalhar, recortar, colar e reconstruir tudo aquilo que pensamos sobre Amor, mar e ser amado...Do seu jeito poetico, voce conseguiu ser Sentimental, cafageste e Amavel, em cada linha aqui "bem traçada". Voce melhora cada vez mais, eu me Orgulho disso. Ah, menino poeta, nunca pare de escrever, voce consegue ir além do peito, vai até o amago e fere, machuca, mas acalma por fim, as nossas almas...ADORO te ler, Parabens!! Bjinhos carinhosos

    ResponderExcluir
  16. O amor é mesmo e ser que nos faz rir e chorar, que nos faz morrer e querer viver, capaz de nos levar do céu ao inferno em dois segundo. Você descreveu com muita propriedade as facetas desse ante-herói chamado amor.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Grande Aquiles! Como sempre se abrindo com maestria, deixando seus sentimentos a mostra, doa a quem doer, a autenticidade de seus textos são uma mescla de caos e arte, algo tão necessário nos dias de hoje banhados de pessoas fracas mentalmente e culturalmente.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde menino poeta, saiba que,
    sensiivel como voce é, porem, homem,
    se tiver paciencia e se um dia deixar-se
    levar pela paixão de uma mulher, não se
    tornando "O cara", mas sendo sincero e
    apaixonado, conseguirás desvendar alguns
    dos mistérios dela, mas somente alguns...
    Somos enigmáticas, amamos e odiamos, frageis
    e fortes, sensuais e grossa, enfim, um pouco
    de cada coisa, misturada em nossa essencia,
    nos tornam seres AMADOS por voces Homens
    e as veaes, até por outras mulheres e gays.
    Somos seres Divinos e cheias de mistérios...
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  19. Aquiles gosto do seu jeito franco de se expressar, so espero nao fazer parte dos que vc manda tomar na retaguarda.
    Acho que vc consegue de uma maneira despojada dizer verdades que muitas vezes estão caladas dentro de nós. Vai costurando palavras sem pretensões e monta uma idéia bem centrada, e sem dubialidade.
    bjks doces e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  20. Gostei deste:
    A decepção está te esperando na próxima esquina , não tente evitar. Alegria também pode estar na próxima esquina; a questão é esperar desesperadamente um ou buscar obcecadamente o outro fazem de você um panaca.
    Tudo é causa e efeito, buscar a felicidade não consiste em pensar nela 24 horas por dia se afligindo por cada plano errado que adiaria esse pote de ouro no fim do arco-íris, tenho pra mim que buscar a felicidade é acordar de manhã e fazer tudo que planejei ao deitar ou chegar perto de fazer tudo e quando for deitar pensar no que faltou e tranquilo dormir o sono dos justos, de quem sabe que a hora certa não existe, ter a serenidade de saber que as coisas podem vir ou não.
    Buscar a felicidade é um termo que nem gosto muito, se saber gente, ter consciência do ar e dos minutos é uma alegria imensa embora os depressivos duvidem. Felicidade é escrever resvalando na auto ajuda e se sentir bem, cafona , apaixonado pela vida e bem sem saber no início do texto que no final da escrita eu estaria me sentindo ainda melhor.


    =)

    ResponderExcluir
  21. Identifiquei-me bastante com o 3º e o 4º, realmente não tenho saco para ser feliz todo o tempo nem tão pouco conviver com dramas de algumas pessoas. Aliás, às vezes, eu só quero o meu cantinho feliz e sozinha.
    osonhodeumaflauta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Tu continua uma figura!!!!

    rs

    bjsMeus
    Catita

    ResponderExcluir
  23. Bom dia Aquiles!!!
    Muito bom ler seu blog numa madrugada de segunda-feira.Com certeza o dia vai ser melhor.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  24. Excelentes estes teus "fragmentos", guri! Hugzzzz!

    ResponderExcluir
  25. na vida aprendemos ouvir, falar ser paciente e a conviver com a amor e o ódio!
    que seria da vida sem esses baixos e altos???
    ********************************************
    um forte abraços garoto!

    ResponderExcluir
  26. Falar dos seus textos é falar sobre autenticidade. Você expressa o que pensa e sente de forma muito sincera, sem medo do que os outros irão pensar, abordando diversos assuntos relacionados, por isso que é legal, na minha opinião.

    Beeeeijos

    ResponderExcluir
  27. Oi!!! Adorei sua visita, obrigada.
    Por aqui lindo e interessante como sempre.
    Bjo no coração

    ResponderExcluir
  28. és um lindo por vários motivos, entre ele não me esquecer e gostar de los hermanos!
    casa cmg?
    haha

    ResponderExcluir
  29. Adorei o pensamento da vez... é reflexivo, porque falar de amor é algo automático, e consequentemente nos faz pensar sobre. É tão ambíguo... bom, e ao mesmo tempo maçante. Ah... o amor.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Chato é quando essas más atitudes são frequentes...

    ResponderExcluir
  31. Gostei muito dos novos rascunhos, deles alguns trechos dispertaram mais minha atenção (a gente sempre gosta daquilo com o quê se identifica, né?) rs

    "Gosto de filosofar sobre nada, já parei de debater irrelevâncias na mesa do bar mas continuo com grandes divagações sobre temas não importantes nas redes sociais ou na cama de namoradas." - Sinto exatamente isso, e é por isso que escrevo, seja no blog, em cadernos ou guardanapos.

    "aí eu coloco a máscara e faço o show de risos e sabendo que é falso a alma não aplaude." - Perfeito!!!!

    "Felicidade é escrever resvalando na auto ajuda e se sentir bem, cafona , apaixonado pela vida e bem sem saber no início do texto que no final da escrita eu estaria me sentindo ainda melhor." =)

    Ah, não se desculpe por falar muito de romance e amor, segundo estudos até mesmo pessoas que passaram por grandes traumas como guerras e perdas familiares descutem mais sobre relacionamentos que sobre qualquer outro tema nas sessões de terapia xD

    Abraços, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  32. E o coração na boca hein?! Ou seria na ponta dos dedos?rs...bom voltar aqui, rapaz! bjs

    ResponderExcluir
  33. Gostaria de agradecer todas as vezes que você esteve em meu blog em 2012 e que a magia da noite de Natal transforme todos os seus sonhos em realidade e que o Ano Novo seja cheio de paz saúde e prosperidade.
    Tudo de melhor pra você hoje e sempre.

    Beijos meus
    Ani

    ResponderExcluir
  34. Se tu querias falar de mim, ao menos me avisava porque p terceiro trechinho me resumiu bem aí. rsrs Eu também sou um tanto quanto egoísta e não faço muito esforço pra agradar não. rs

    Te desejo um lindo 2013 de muita paz, amor e saúde. O resto a gente corre atrás né?

    Beijooooooos. :*

    ResponderExcluir
  35. Bom dia!
    Passando para agradecer
    sua Amizade durante 2012
    e desejar que continuemos
    juntos por muitos anos mais...
    FELIZ NATAL! Que DEUS ilumine
    teu Lar e traga bençãos de
    renovação para todos de teu
    convivio...Até Breve!

    ResponderExcluir
  36. Oi, Aquiles!

    Obrigada pelas palavras de carinho deixadas lá no blog, tá!Desejo-lhe boas festas e um ano novo maravilhoso pra ti! beijo imenso! <3

    ResponderExcluir
  37. Muito legal essa iniciativa de divir seus rascunhos com a gente, e por sinal muito bons.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  38. AMIGO, PASSEI PARA TE DESEJAR ...

    •°*”˜˜”*°•.¸☆ ★ ☆¸.•°*”˜˜”*°•.¸☆
    ╔╗╔╦══╦═╦═╦╗╔╗ ★ ★ ★
    ║╚╝║══║═║═║╚╝║ ☆¸.•°*”˜˜”*°•.¸☆
    ║╔╗║╔╗║╔╣╔╩╗╔╝ ★ NOVO ANO ☆ 2013
    ╚╝╚╩╝╚╩╝╚╝═╚╝ ♥¥☆★☆★☆¥♥ ★☆

    ResponderExcluir
  39. Bom dia bom dia! vim avisar que te indiquei um um desafio da leitura em meu blog, gostaria muuuito muito que participasse!
    http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Apesar de ter lido esse post há algum tempo
    voltei aqui pra dizer que senti sua falta
    gosto de ler seus comentários.
    Volta logo
    Um super beijo

    http://venenosemacas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Por favor, volte a escrever, sinto falta!

    Bjooooos

    ResponderExcluir
  42. Tu começas dizendo que gostas de filosofar sobre nada. E escreves tudo.
    Lembrei do Manuel Bandeira que disse um dia que Rubem Braga é muito
    bom na crônica, mas que é ótimo quando não tem assunto.
    Tudo a ver.

    ResponderExcluir

PENSARAM MAL E COMENTARAM