quinta-feira, 30 de maio de 2013

Um Presente Para o Presente Da Sua Vida

"Eu sei, não é todo dia que a gente encontra alguém que faça o bem e que nos livre desse temporal".

  Aquela mulher que nunca chega no horário pois está se arrumando,muio embora você tenha marcado o compromisso com dias de antecedência; aquela mesmo que fica irresistivelmente sexy em um pijama surrado do Piu-Piu; aquela mulher de beleza simples e encantadora que inexplicavelmente acha que você: pobre homem comum, inteligência mediana e um ego injustificadamente alto é digno de tanto carinho e atenção.
  Você, homem que precisa de justificativas e datas para presentear quem já te presenteia incondicionalmente com cuidado, sorrisos, pernas, olhares e chatices insuportavelmente necessárias pense agora: O que vai dar para ela no Dia dos Namorados que se aproxima?
  O amor segundo frase do poeta Ferreira Gullar é "liberação e aventura", então porque não se desprende da idéia de dar apenas um ursinho de pelúcia como tantos outros farão quando você pode dar o que muita mulher deseja mas não pede, anseia mas não cobra? 
  Cada uma dessas maravilhosas energias femininas que andam pela terra possuem (entre tantas apreensões comuns) vontades individuais inatas.
  Antes de ir para primeira loja de shopping comprar a pelúcia que mais vai tomar espaço no quarto dela, pense em quantos sinais essa mulher te deu do que a faria mais feliz nesse dia. Ela por ter escolhido você conseguiria ficar feliz com qualquer papel de bala que você desse, mas justamente por tê-lo deixado fazer parte da rotina, da intimidade, do quarto, do riso, do choro, talvez espere que você se diferencie e seja "o cara".

    
                                      Se você vacilar pode terminar igual o Charlie Brown


Preste atenção, muitas mulheres adoram flores, ursinhos mas e a sua do que gosta? 
Que tal aparecer as sete da manhã sem avisar e a levá-la pra passar um dia conhecendo uma cidade diferente ou a mesma cidade que moram e nunca tiveram tempo de explorar, com direito a ver um filme em um cinema menor,  culminando com uma virada de noite maravilhosa fazendo sexo em um lugar menos familiar que sua cama de solteiro?
  Em minha pouca experiência pude reparar em quanto a emoção é importante em tudo que se faz em relação à Elas, o ar tem que se aquecer em volta e o tédio que elas sentem não é determinado apenas pelo número de tarde que se perde vendo filmes juntos (coisa muito gostosa por sinal) e sim pelo tesão que você coloca nas coisas que faz quando está com ela. 
  Quantos casais vejo na rua que padecem de um relacionamento pobre,parece restar apenas a "vontade de não ser só", e isso com certeza não serve pra mim,a "vontade da não solidão" não é desculpa pra viver de forma frustrada com alguém que não se pode compartilhar feitos grandes e pequenos com o mesmo entusiasmo de uma criança descobrindo o mundo.
 Ela deve estar esperando aquela aliança no dedo que você tem tanto medo de usar, ela deve estar esperando que o dia seja só dela, sem amarras, sem celular ligado, sem notícias tristes dos jornais que você não larga.
  Pense, o que você daria pra quem leva à sério sua sensação de que vai morrer com  gripe forte; o que você daria pra quem beija assinando círculos nos seus lábios com a língua.
  Você rapaz, está esperando envelhecer com ela dentro de suas baixas expectativas de agradar e ser mimado, mas ela não, ela espera mais, ela quer o mundo,quer o melhor que puder ter e se ela te deu a chance de ficar ali "incomodando-a" com seus pés gelados, se ela ri das suas piadas sem graça, se ela ainda ri mostrando só os dentes de cima te olhando meiga e perigosa aproveite e supere as expectativas, o que você der a fará feliz mas não se acomode, se for dar um ursinho, o preencha de chocolate e vontade de fazer feliz.
  Sei da dificuldade de fazer coisas diferentes sendo comum, mas talvez essa mulher do seu lado tenha razão e você não seja exemplo de normativo masculino, então surpreenda e verá que o sorriso rasgado que irá receber vai valer tanto à pena como valeu à pena todas as horas que ela ainda vai demorar se arrumando, como todas às vezes que ela fechará os olhos transpirando e gozando.
  Vai valer à pena como o valor de um relacionamento que vale à pena e você verá que ao contrário do que dizem por aí, nem todos os amores e casais são iguais, no dia 13/06 estarão os dois em paz com a vida, com o mundo e com o amor. 

  E se ela não te der presente, não fará diferença, pois ela vai pedir desculpas de um jeito que será irresistível.

 E que depois da data que os comerciantes estipulam, todos os dias sejam claros em um otimismo bobo que só poetas e mulheres nos fazem crer.




PENSAMENTO CONSEQUENTE: “Ela não diz “Eu te amo” como uma pessoa normal. Ao invés disso, ela irá rir, balançar a cabeça, dar sorrisos e dizer: “Você é um idiota”. Se ela dizer que você é um idiota, você é um homem de sorte.”  (Desconhecido)





*título vem de outro texto do blog Casal sem Vergonha



sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Do peso de ser um perdedor ao sorriso inefável da menina. (PESO/LEVEZA)

  Eram tempos sem cores, ruídos de guerra. Óbvio que não poderia chorar todos os mortos com tanta sinceridade quanto os mais próximos, mas doía. Não conseguia se desfazer dessa intimidade com o mundo, o mundo sofria e tudo nele doía; não conseguia se desvencilhar do apego as coisas, o mundo terreno lhe aprazia.
  Uma curiosidade mórbida em saber as circunstâncias das coisas, do fim das pessoas, como se fosse entender a morte mergulhando no sangue, como se fosse entender a vida jantando com a morte.

  Tenho boas intenções, apena isso mais nada. Vontade pífia. Observo o mundo muito bem, posso lembrar dos rostos que passam por mim durante o dia, todas as pessoas vencedoras em seus caminhos triunfantes.      Eu não tenho nada a perder e parece que posso perder tudo, peco na falta do ato, tenho consciência mas não a ação.
  Vejo as pessoas se matando por nada, vidas de bosta, futuros burgueses e eu aqui na minha vidinha pior ainda esperando uma solução redentora cair do céu e me libertar das limitações. Que caia fogo em todos eles; não suporto conviver com tanta gente bem resolvida, não posso porque tenho inveja.
  Minha inveja é velada e devoradora, como com a mente os grandes, os vitoriosos, morro na minha masturbação mental, aqui dentro sou grande e sinto vontade de explodir o mundo.
  Os belos, os mais inteligentes, os mais simpáticos, me irritam, me incomodam. Eles tem  tudo que eu quis ser e não pude....não pude porque não nasci assim, parece que nasci pra cuspir na boca de quem me contraria e beijar os lábios falsos de quem por instantes me entretém.
  Eu não estou sozinho, meus amigos são todos fracassados, não conseguiriam passar ilesos por qualquer guerrilha emocional, como bom fraco me uni aos meus pares e compartilho fraquezas desde então, me sinto mais baixo do que talvez eu seja.
  Evito qualquer melodrama, preciso ser seco, confiança é o que tentamos vender afinal não?
  As pessoas andam destruídas por dentro, xafurdam na lama, possuem as mãos sujas e desgraças familiares nas costas mas continuam a esbanjar afirmações de força por aí: "eu falo na cara", "sou sincero doa a quem doer". Mas no fundo como eu são todos perdedores, perderam pra si mesmo na tentativa de serem pessoas melhores, como se o ser humano algum dia fosse perder a natureza podre da violência, como se a psicopatia fosse algo anormal, oras, nos matamos desde o início dos tempos e não foi por sobrevivência.
  No fundo mesmo eu não compartilho dos sentimentos de quase ninguém, o amor já me foi uma afronta, como pode uma coisa assim minar qualquer vestígio de romantismo de quem um dia buscou querer bem? Pois eu digo que o amor é a coisa menos romântica que existe, o amor nos obriga a mentir e humilhar.
  No amor qualquer palavra  vira pedra, a insinceridade é permitida quase como uma lei e amar é algemar os desejos ilimitados que o outro nos propôs. Os poetas sugerem a infinitude do amor, eu sugiro que vão todos a merda,infinito é o universo em que dançamos sem saber se estamos nas mãos de um deus brincalhão ou ao doce acaso do vazio e da falta de sentido.

  Sonho que morro quase todos os dias, ao contrário da maioria não costumo despertar na hora H. Nos sonhos eu consigo sentir um pouco do gosto do vazio, nunca em meus sonhos acordei em um belo lugar, só a sensação de vazio e tristeza, falta de ar eterno e saudade.
  Morto, terei saudade, mas é melhor do que o nada.Morto me colocarão em um lugar para fazer o que sempre fiz em vida: sentir saudade.
  Sentirei falta dos corpos femininos sugerindo malícia no decote, engolindo o membro e me fazendo gozar.
  Sentirei falta de fazer meu irmão menor dar risada me mostrando como o riso das crianças guarda o toque divino; sentirei saudade desse cheiro estranho que sentimos ao estar vivo, do ar sujo, do churrasco da esquina, dos carros, sentirei falta  enfim das coisas frívolas, das coisas tediosas. Não desejaria chorando trocar as horas de ócio por loucas aventuras, de fato até estar aqui escrevendo o nonsense do meu pensamento me causa espanto e admiração em face da vida, morto desejaria apenas viver, porque a morte é uma tremenda sacanagem pra qualquer pessoa que tenha ao menos uma vez na vida sentido como é sublime o ar entrar no nariz.




 Quando for seguro não espere que eu diga outra coisa: "Vamos lá". Eu não te deixaria aqui sozinha,porque você ri do meu pessimismo e meu coração precisa disso, meu coração precisa de alguém que subestime o mal como eu não faço.
  Quando for seguro ficar perto, tranquilize-se que minha sala está cheia de discos,bem estar em conforto não te faltarão na interpretação das canções.
  Eu disse ali em cima que o amor não é romântico, eu errei.
  Aceite viver com um pouco de mal humor a cada dois meses e será feliz, é inerente a mim questionar tudo de bom nessa vida, estou sempre esperando o mundo explodir, então quando for seguro eu vou te chamar e você pode gargalhar que eu sou apaixonado por quem ri do excesso de desilusão, ainda mais com este seu sorriso inefável.



Via Facebook

PENSAMENTO CONSEQUENTE: "Eu estava longe de ser uma pessoa interessante. Não queria ser uma pessoa interessante, dava muito trabalho. Eu queria mesmo um espaço sossegado, e obscuro pra viver a minha solidão; por outro lado, de porre, eu abria o berreiro, pirava, queria tudo, e não conseguia nada."

(Bukowski)

sábado, 24 de novembro de 2012

Novos Rascunhos do Caos (pequenos fragmentos cotidianos)

  Gosto de filosofar sobre nada, já parei de debater irrelevâncias na mesa do bar mas continuo com grandes divagações sobre temas não importantes nas redes sociais ou na cama de namoradas.
Não me levem a sério, de romântico a dizerem que eu não presto e sou um canalha basta um pulo, não dá pra ligar para isso, sou o que dizem que eu sou, a opinião alheia depende muito de eu passar a mão na cabeça ou mandar tomar no cu (esse último sempre me apetece fazer com alguns indivíduos).
****************************
  João amava Teresa que amava Raimundo e por aí vai, e no fim quem não amava ninguém , um tal J.Pinto Fernandes se casa com a Lili e vivem felizes, o que se pode aprender no poema Quadrilha de Drummond é que não dá pra se matar por amor, sempre vai vir um ser não sei de onde sem pretensões, sem peso e sem poesia pra encantar a personagem da história e levar embora a Lili. Nem é questão de a pessoa não sentir amor, mas acho que o J.Pinto não se mataria por ninguém como fez o Joaquim, questão de poder, de atitude e sabedoria em face da vida, um homem vem e leva a mocinha que não se sentia obrigada amar o agora suicida Joaquim. Morrer de amor tem que ficar apenas na retórica homem!

******************************

 Nem é que eu não goste dos clichês do amor meu bem mas quero mais que cheiro de pipoca de tarde e musicas de amor da sua banda preferida. Se deixarmos fluir como você sempre prega alguém vai se dar mal. Entenda que o problema é todo meu, de ser egoísta, de não prestar pra agradar incondicionalmente alguém tão cheio de vida como você.


*********************************************
  As vezes eu sinto vontade de ficar só e você não me deixa, me faz bem, me faz mal, me corrói e sua alegria sem a minha dilacera o coração, porque aí eu coloco a máscara e faço o show de risos e sabendo que é falso a alma não aplaude.
Me perdoa eu tenho que ir, pode me culpar, dizer que eu não presto, que eu enganei, sei que você gosta de um drama mas essa sua vontade de ser feliz acaba comigo, não é que nem que eu não queira toda essa alegria, só não tenho saco e vocação.

********************************************


  Ele acreditava em afastamentos lentos,mágoa que dói menos se o adeus demora.
Tentei explicar sobre como uma adaga enfiada nas tripas retirada em um segundo de uma só vez causa uma dor excruciante em...um segundo e retirada aos poucos em dois minutos causa uma dor excruciante de, bem...dois minutos
Ele não entendeu pois ainda liga toda noite pra vadia



*********************************************


  Peço desculpas a quem já me leu por em diversas tentar explicar o amor e os relacionamentos, ora, muito patético, eu nem conseguiria explicar meu caminhar bêbado em direção a porta dela quanto mais explicar o amor, nem consigo entender minha letra no poema que eu fiz a ela, quanto mais o amor.
Só sei que nessa coisa toda de paixão a babaquice entra em compartilharmos com o mundo, é que toda essa gente triste acha uma lástima gentinha apaixonada como eu, eu quando estou triste acho um lamento só gentinhas apaixonadas por aí, então me adianto em pedir perdão pelas futuras contradições, pois vou dizer que o amor é feio e que eu o odeio e que eu o amo.



****************************************
  Aprendi no cinema assim, que a gente ganha a mocinha no charme ou na bala depois faz um amorzinho gostoso e o filme acaba.
Aprendi na vida real assim: a gente fala sacanagem baixinho no ouvido, come a dita cuja a noite toda com força e dependendo da quantidade de orgasmos que ela sentir pode ser um felizes para sempre temporário...ou não.


******************************************
  A decepção está te esperando na próxima esquina , não tente evitar. Alegria também pode estar na próxima esquina; a questão é esperar desesperadamente um ou buscar obcecadamente o outro fazem de você um panaca.
Tudo é causa e efeito, buscar a felicidade não consiste em pensar nela 24 horas por dia se afligindo por cada plano errado que adiaria esse pote de ouro no fim do arco-íris, tenho pra mim que buscar a felicidade é acordar de manhã e fazer tudo que planejei ao deitar ou chegar perto de fazer tudo e quando for deitar pensar no que faltou e tranquilo dormir o sono dos justos, de quem sabe que a hora certa não existe, ter a serenidade de saber que as coisas podem vir ou não.
Buscar a felicidade é um termo que nem gosto muito, se saber gente, ter consciência do ar e dos minutos é uma alegria imensa embora os depressivos duvidem. Felicidade é escrever resvalando na auto ajuda e se sentir bem, cafona , apaixonado pela vida e bem sem saber no início do texto que no final da escrita eu estaria me sentindo ainda melhor.



**********************************************************************************************





  Quando for amor não se preocupe, meus olhos te dirão, meus gestos te dirão, meu sorriso te dirá, mas deixa assim, sorriso descompromissado, ida ao cinema, tarde na praia, não cobre o que não dá pra ser, não mate o que ainda não nasceu, deixa amadurecer, deixa se transformar e se não vier a se tornar amor não se  decepcione, nem se martirize, não me culpe e não se culpe, o segredo estar em não pedir, não exigir de si , não exigir que o amor seja como mágica (coisa que ele não é), me dá a mão e deixa eu te divertir, sem forçar lágrimas no olhar, sem tentar me comover com dramas banais, eu não tenho medo de mulher forte e sinto pena das normais, tenha de mim o que te dou; quando eu puder não será meu coração que te negará mais.

.
***********************************************************

  Ela não é sua mas atua bem, não adianta repelir a paixão ou tornar duro o amor, não consegue, não dá
coisa de criança que não sabe brincar, está com brinquedo na mão, agora tem que ir até o final, até perder, até quebrar, não tem jeito, em alguns buracos quando se enfia não dá pra sair, só mesmo cavando como mamãe dizia até chegar na China e ver um outro sol em outro país, vai fingindo que tem, que possui, aproveita a alegria que uma hora "jaz" enquanto ela jazz.





            PENSAMENTO CONSEQUENTE: Eu não peço desculpa e nem peço perdão, não é minha culpa essa obsessão, meu coração é psicótico ,neurótico,todo errado

(CAETANO VELOSO)

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

PAPEL DE BALA (O contrário de gostar de você é gostar de mim)

  Ela vai ler o livro que você deu de presente como se fosse qualquer livro encontrado por aí. Ela vai refazer o coração partido e seguir por aí sem você porque o tempo passou e seus planos ficaram parados a rodopiar na cabeça como que se tivessem todo tempo do mundo para acontecer.

  Ele falou algo sobre amar sem medo, quanta bobagem, quem ama de verdade sempre tem medo, medo e amor são irmãos assim como a beleza é morte. Ela era medo, amor beleza e morte.
  Acho que você até gostaria se ela aparecesse de repente e falasse de quantos ela já transou desde o fatídico dia, você gosta amigo de sentir aquela dor no coração, aquele entorpecer no sofrer, o vício de amar errado te faz escravo. Mas você também pode mentir pra ela: que não sentiu saudade, que tudo correu bem, que você foi promovido, que pintou um novo quadro na sua vida e nos lábios dessa menina se desenharia um sorriso irônico de quem identifica sua mentira; te olharia e concordaria que você realmente parece bem,não te diria que ela sabe tudo, que sua vida é a mesma obra de arte tosca barroca, que tu tem deixado a evolução da vida para correr atrás de ideais ridículos.
  Ela não te procura para não te constranger,  te massacrar com felicidade sincera, jogar na sua cara teu fracasso de ficar bem sozinho, de entender que muitas vezes o contrário de gostar de alguém é gostar de si mesmo...ah amigo deixa ela de lado, ninguém é capaz de mudar o tom da vida de ninguém, enxergamos cores e balões nas pessoas, jogamos expectativas e o desejo de ser feliz nas costas de quem só queria que tudo corresse naturalmente como é a próprio fim de tudo. Mas não irmão, a culpa é de quem decide mudar e seguir em frente para encontrar um novo tom para a vida e cheios de auto-piedade demonizamos quem nos cuidou, o amor, deus e tudo mais;  mas eu te digo: não corra demais atrás de quem quer que seja, não culpe quem quer que seja.
  Viver não é ter toda vida pela frente, é o inesperado, é o tropeço e o sangue.
  Ela vai jogar seu papel de bala com palavrinhas piegas no lixo, um objeto não vale mais do que se desapegar do passado e ficar leve, nunca valeu.
  Joga fora essas coisas, essa roupa que ela esqueceu, esse pente, essa foto, joga fora amigo, o afeto nunca  valeu o que se pode tocar, com exceção dos próprios corpos.
  Tem gente que é mais feliz longe da gente e não te culpo se desejar com toda frieza o mal pra quem você julga ter te prejudicado, mas então deseje o que quiser de mal e veja se valeu a pena essa ganância por justiça se foi você mesmo o juiz e advogado da moça que  como argumento só não achava que paixão era obrigação de ser recíproca.
  Faça-me o favor parceiro, dê para eu aqui o disco do Oasis que ela te deu, ora ela nem sabia cantar Los Hermanos, não valia a pena, veja assim mais claramente o que a vida te proporcionou, uma nova lembrança, e inúmeras futuras mulheres para lhe dar  conhecimento de causa que isso não é o mais importante; importante é se tornar a melhor versão de você mesmo que puder e sabendo que sofrer é a palmatória da vida, te condiciona a proteção e correção, não chore, não constranja teus amores que te acharam forte, estampa o sorriso na cara; deixa o mundo triste pra pessoas amadoras de tristeza, esquece a dor de cotovelo no bar e tome tento, ela nunca gostou de poesia, a história nem sempre é para ser contada , muito menos revivida, coração saudável gosta é do tempo presente.

                    pseste texto não passa no meu crivo de qualidade ma sé uma pérola emocional antiga e imatura, febril e cega...quase sem sentido escrita de adolescente




PENSAMENTO CONSEQUENTE:   "Vocês se gostavam muito muito muito muito e aí acabou, fim"




quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Longe dele ela é uma futura mulher feliz

  Imagino que agora você esteja mais feliz, mais leve, respirando um ar mais limpo e puro. Sou um peso como pessoa à minha própria alma e fico pensando como pesou no seu coração toda essa mentira de eu acreditar ser o melhor e não ser, não ter, não crescer.
  Minha maior mentira é querer escrever,  sonhar,  inventar e ser grande, deixando tudo só no plano belo e teórico do pensamento.
  Eu quis demais seu jeito de olhar por cima dos óculos,seu jeito de rir colocando a mão na boca, torci pra dar certo e na cabeça todo homem fantasia que foi macho e que tentou e que lutou quando muitas vezes somos apenas babacas tentando provar  ao mundo nossa verve de vencer.


  Imagino você agora indo dormir a noite planejando o novo ciclo,criando um novo caminho seu; com mais verdade do que eu jamais pude dar, de certa forma me alivio, ser um problema ou dilema pra quem amo é minha dor, o amor que sentimos tantas vezes se torna mais opressor que a própria solidão e a liberdade de brigar por nada e querer impor nossas vontades, nossos anseios no ombro do outro é tão podre quanto a própria censura, embora eu não acredite em controle. Queremos estar perto, depois estar longe, as vezes somos pacifistas do amor, as vezes queremos explodir tudo e queremos que o alvo do nosso afeto entenda e se adapte, mas não, é hora de dizer não e crescer!

  Você me sugou demais o tempo, eu te suguei demais as horas também e nem sempre as necessidades foram recípocras, ando pelas ruas concentrado, encerramentos de fase me deixam focado, e você deve estar assim também, não nos alimentamos de tédio e seu futuro será grande como duvido que um dia seja o meu.

  Ah se eu fosse de me despedaçar por todo tropeço que acontece na vida eu estaria agora na porta da sua casa lhe jurando melhora, lhe jurando mudança mas seria mentira, ninguém muda, não se muda por amor, porque no fundo queremos ser felizes desse jeito que a  gente é, não mudamos por ninguém, apenas tentamos (em vão), pois no fundo quem admite que queremos mesmo é ficar como estamos e ser aceitos assim??

  Imagino você linda desse jeito, inteligente desse jeito, gostosa desse jeito ficando com um sujeito comum
sem mania de problemas em demasia, sem demasia de sonhos inúteis e saldo de salário preso no banco, correndo atrás de tanta ideologia louca que nunca dá certo, ah se soubesse como eu queria usar a esperteza que julgo ter pra melhorar o mundo pra você mas eu não faço, minhas metamorfoses de intenção e atitude duram um dia só e quando amanhece no outro dia eu sou o mesmo garoto preso num mundo de sonhos usando máscara de conquistador desapegado, andando de carro à 100/km/h  cortando a cidade com o cabelo de sua garota desarmado pelo vento.

  Imagino agora uma futura mulher feliz, preciso estar só pra entender melhor a vida, preciso não insistir pra fazer você seguir bem; como seguiria se eu não tivesse atravessado sua avenida de supetão impondo minhas explicações bestas sobre o "acaso" do nosso encontro. Agora vou fazer seja lá que mediocridades me passem pela cabeça sem invadir seu espaço,ficarei mais forte, mais inteligente mais bonito como você com certeza fará também e me afasto, ignoro seu paradeiro, não vou banalizar nossa vivência, não vou deixar a prática da demagogia do convívio forçado apagar a lembrança dos dias bons, da garoa e do frio embaixo da árvore.

Não sou eu que serei seu sanguessuga, preservo a vergonha na cara por respeito a você...
  Imagino você feliz como tem que ser: longe de mim, sem cena, sem drama. Eu não sou o médico, sou o monstro e me contento com o que sobrou.*


     (ursinho de malas prontas em postagem de blog de macho em dia emo) e (casal
branco tirando fotinhas para ganhar direitos autorais no facebook com frases do Caio Fernando)


*(ultimo trecho inspirado na musica nave espacial do Luxuria)

Pensamento Consequente:  Pelo menos alguma coisa eu devo ter feito certo. Porque tenho certeza que você vai lembrar de mim, ainda que não queira








sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Onde está Wally? ou (Décimo quinto andar)


  Eu prefiro a solidão daqui, olhando do décimo quinto andar de um prédio as pessoas lá embaixo
no caos das grandes capitais.
  Prefiro olhar daqui as prostitutas, os viciados em crack, a menor de idade correndo atrás de sua paixão (bêbado e velhaco).
  Eu vi dois "negrinhos" encostando a arma na cintura do senhor de idade e levando tudo embora silenciosamente entre transeuntes indiferentes e apressados na cidade dura e feia. Imagino que eu lá embaixo também não notaria o olhar de terror por trás dos óculos já inúteis.
  Daqui de cima eu posso ver uma garota bonita brincando de "onde está o Wally" e  que quase dou risada , mas aí me lembro que eu também procurava Wally em cada ônibus que eu entrava, em cada pessoa que sentava do meu lado em cada novo amigo aceito nas (inúteis) redes sociais.Talvez eu seja o Wally da garota, uma versão menos tímida e charmosa e sem os óculos, mas esse pensamento idiota basta para eu desviar o olhar para dentro do apartamento.
  Não há felicidade possível sozinho,  nem há felicidade possível cercado de gente; creio que as pessoas que chegaram mais perto da felicidade foram aqueles que aceitaram os momentos alegres como dádivas fulgazes á se aproveitar ao máximo e aceitaram as tragédias como fato imutável da jornada, mais do que felicidade eu acredito  em serenidade....e me sento.
  Aprendi a assitir novela, vazio e momento em alguns capítulos de total alienação, menos sofrimento,menos dúvidas. mergulhado no sofá acompanhando a improvável surpresa que poderia surgir na telinha....me levanto, olho de novo o exterior, tudo parece bem mais interessante do que aqui dentro. Me sinto apático comigo mesmo, me sinto curioso com o próximo, vejo os mendigos dando risada, trôpegos bailarinos de rua, a linguagem rebuscada me oprime, o limite da linguagem não me basta, paro na esquina do prédio com caderno e caneta em mãos,vou pensar em qual antigo amor me inspiraria para um texto de dilemas amorosos: nenhum!  Amor passado não é amor, não é texto, não é poesia, não é nada, a palavra não resgasta sensação inexistente ou eu criei a redoma de vidro pra me convencer que os anos passados foram superados?  Não insisto no pensamento, afinal acreditar estar forte já é um passo e não haveria muito o que mexer, eu sou raso, não há muito a descobrir além disso, coloco um sorriso falso no rosto e jogo charme para a  puta que passa...não cola (preciso treinar a falsidade do olhar).
  As linhas se vão, vou escrevendo sobre amigos, sobre pessoas das quais não gosto (e como tem sido difícil falar das pessoas que gosto).
Abri mão de vencer nessa cidade, pessoas mais inteligentes, mais bonitas, escrevendo melhor por todos os lados, porque eu seria o vencedor dessa corrida de loucos? Faço todo dia minhas revoluções, minha masturbação mental , não falo a verdade a ninguém, dou risada, agrado, sou engraçado e boa praça como manda o marketing social, me condeno a baixeza de ser médio.
  Volto a subir os elevadores, tento em vão ser uma boa pessoa, consigo com sucesso parecer. Estou engulindo desaforos, me engasgando com sinceridades.
  Agora terminando de escrever penso na minhas roupas comuns,meu jeito de falar de paulista mediano, continuo mais um no formigueiro recorrendo a frases baratas de auto ajuda para fingir que estou tentando mudar ou me desfaço do antigo para mergulhar no novo? Ah eu olho aqui de cima e parece bom, é minha zona de conforto; mas então desço de novo, vou me camuflar na escuridão, depois calçadas e luzes de bar
me fundir com a  cidade e no amanhecer vou para o combate; não ser só mais um menino bom , vou buscar a diferença, na raça, na pirraça, no movimento já que me falta o talento.
  Deixo entregue o texto medíocre, resultado da palidez dos dias, peço desculpas aos que leêm e fecho o caderno.





PENSAMENTO CONSEQUENTE:
“Tenho a liberdade do mundo para sair, e me sinto preso.”
— Carpinejar

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

6 COISAS PODRES SOBRE FIM DE RELACIONAMENTO

                                                         SOBRAS DA BATALHA

  Os casais costumam se presentear, ainda mais se for aquele rapaz bobinho que está sempre esperando que as tais lembrancinhas segurem o máximo de tempo a namorada ou que encher a garota de trecos vai lhe garantir alguma coisa mas isso é assunto para outro post, o que digo é que ao fim de um relacionamento sobram muitos espólios do relacionamento, camisetas, cds, bichinhos de pelúcia, cuecas freadas no seu quarto(brincadeira) ,tudo para que a parte mais atingida fique se remoendo infindavelmente olhando para os objetos imaginando  como foi bom o amor (mesmo que não tenha sido nada como assim  ilude o pensamento).
  E há também os cds que apenas foram emprestados, livros nunca lidos e a desculpa de juntar tudo e devolver não é boa, ter que ficar se vendo para discutir sobre algo que já foi é uma "merda", se acabou acabou, o ruim é o fulano em questão ter ficado com algum disco preferido de uma banda que você gosta, nesse caso ligue, faça um ar 'blasé" e peça de volta, em resposta negativa, engatilhe sua Magnum e vá buscar pessoalmente.


                                           A DIFAMAÇÃO PÓS ADORAÇÃO


  Beleza, a pessoa era o "ursinho da lindinha", "o homem mais bonito da cidade", "a garota mais gostosa", a mulher que mais transava; então  acaba o relacionamento e o antes pica grossa das galáxias tem seu pau diminuído a alguns centímetros e de repente "a garota nem beijava tão bem assim" e claro que isso não são pensamentos entre os dois envolvidos, no momento da raiva verbalizamos isso aos amigos que passarão adiante e o que antes era uma relação de respeito se torna um circo público de xingamentos e rebaixamentos descabidos.
  Sem falar naquela vez que você usou cueca de oncinha e ela achou supersexy, agora você terá que aguentar bulying do círculo de amizade de vocês já que agora ela já não acha sua dança do acasalamento tão bacana.

                                 A LENDA DA AMIZADE PÓS NAMORO:

  Já tentou ser amigo de ex? É uma merda, não adianta vir com esse papo hipócrita de que é possível...vamos seguir a lógica que peguei no blog do Puxa Cachorra: Ninguém quer alguém por perto que lhe fez mal
isso é óbvio mas tem gente que ignora, pense bem: se a pessoa em questão de trai com o gostosão da academia e não mostra o mínimo respeito pelo que você poderia vir a sentir por que ela seria uma boa amiga? Se ele come sua prima porque manter uma amizade com essa pessoa? Só para continuar se ferrando lembrando e alimentando uma lembrança de amor saudável que na verdade nunca existiu?
  Mulheres honrem o útero de vocês e sigam suas vidas sem os babacas de sempre e homens, caso passe pela sua cabeça ser amiguinho da mulher que te colocou um par de chifres me procure que chutarei seu saco para você lembrar que ainda tem bolas.

                                              AMIGO DA FAMILIA

  Eu creio sim que podemos ter laços com a familia do ex depois de terminar mas os incovenientes que isso traz são grandes, pois as chances de encontrar o indivídui são grandes. Manter contato até é aceitável mas ficar indo em almoços de família e ter que ver a pessoa lá com aquela "cara de derrota" e você lá com a "cara da pobreza" é complicado. Não venha dizer que seu cunhado pentelho é um cara legal mas tente manter coerência com o final do namoro, não esculache geral mas não precisa bater ponto pra ver o jogo com o sogro palmeirense porque eu sei que você é corinthiano.

                                             CÍRCULO DE AMIGOS:


 Vocês tem amigos em comum e não vão deixar de sair com eles porque o namoro acabou, isso é um saco, porque querendo ou não você deixa de ir a certos lugares por causa da situação e sempre os amigos que tomaram partido de um lado vão se indispor com os que estão do outro lado expandindo sim as rusgas do casal para a galera como um câncer.
  Ideal é que a galera não seja sem noção e mesmo correndo o risco de excluir um dos envolvidos de um mega passeio chamar só um.


                                                     AUTO/BAIXA ESTIMA


  Só porque acabou não quer dizer que você deixou de ser você. Algumas pessoas perdem o senso de identidade porque ficaram longe das pessoas (ditas) amada. Isso é só um exemplo de falta de amor próprio, a sina dos fracassados é fazer grande escândalo de seus desastres amorosos, sofrer todo mundo sofre, mas ficar se depenando pelos cantos é de matar.
  Inclusive alguns marmanjos só faltam ficar em posição fetal com o dedo na boca choramingando de que a mulher o deixou, e tem aquelas mulheres que ficam dfistribuindo frases da Tati Bernadi a torto e a direito isso sem falar nas frases do Caio Fernando de Abreu ou da Clarice Lispector (grandes gurus de pessoas ultra sensíveis sofredoras-ui cadê meu amado amante).
  Ainda há dias de sol sem estar preso a alguém, alguém vai gostar de você se você se amar, parece mantra de livro de auto ajuda mas as pessoas mais bonitas que conheço sejam homens ou mulheres são os auto confiantes, fora algumas pessoas feias que mesmo sendo legais não tem jeito, são feias mesmo.
Perder alguém não faz de você a pior pessoa do mundo, se reinvente, vá escalar uma montanha ou correr um quilometro a mais do que costuma, vá andar pelas ruas de sampa.
  Ex namorados deprimidos são uma das coisas mais ridículas que se pode ter notícia, acreditem eu já fui um, vagar pelos cantos e ficar enchendo redes sociais de lamúrias não trará ninguém de volta e nem fará sua vida melhor, então curta a tristeza e bola pra frente que a época de chorar pelo brinquedo perdido já foi.



ps: Baseado e quase plageado do blog puxa cachorra, confiram aqui a versão deleshttp://www.puxacachorra.com.br/2011/10/5-coisas-podres-sobre-fins-de-relacionamento/





PENSAMENTO CONSEQUENTE:

Ex-namorados deprimidos nada mais são do que crianças que acharam ter um brinquedinho na mão e não sabem lidar com a mudança de situação, pois permitiram que seu próprio senso de identidade fosse sustentado pelo outro.
E quando o outro “vai embora”, a identidade deles voa pela janela junto.

DR LOVE