domingo, 1 de julho de 2012

CORRESPONDÊNCIA DO EQUÍLBRIO (I wish i knew how it would feel to be free)


  Há quanto tempo amigo. Faz tempo que não nos vemos ou mesmo nos falamos. Como vai você aí no fundo escondido? Tentando sair e gritar para o mundo, fazendo aqueles antigos escândalos emocionais, bancando o eterno romântico?
  Sinto falta de você companheiro, mas esta carta é o mais próximo que posso chegar de uma reaproximação; é que os tempos são outros e agora quero estar calado, de lado, pensando no caminho duro porvir. Neste ponto, se você estivesse presente já teria enfiado os pés pelas mãos, teria mergulhado como sempre num labirinto de paixões, nas fáceis amizades e a qualquer sorriso abriria o coração. Mas isto tudo precisa ficar guardado, agora é preciso força e um pouco de dureza para que nenhum limite supere a gente.
  Digo: é claro que é preciso ter um pouco de coração em tudo que se faz, mas você colocava demais e uma série de responsabilidades caía nos ombros de quem te queria bem.
  Nos tempos em que você era influência maior não importava o quanto uma situação dava errada, era a velha história de seguir o coração, mas seguir o coração tem seus limites e para um bem maior meu e seu meu parceiro, preferi deixar você escondido e esquecido no fundo de uma caixa, coberto por um monte de poemas de amor vazios.
  Quero que leia, mas prefiro que não me responda, é só para que saibas que vez ou outra eu tento tirar os pés do chão e colocar o nariz vermelho, e mesmo sofrendo ficar satisfeito com a própria intensidade, mas a era dos amores vãos já passou e preciso pisar nas pedras e enxergar um caminho sem distorções, sem sentimentos que alienam. Preciso comer, preciso comprar um carro, preciso cuidar da mãe, preciso entender o quanto foi bom mensurar as coisas ruins que por omissão minha acabou te derrubando.
  Quando amanhece e o alaranjado invade o quarto e uma súbita nostalgia se senta na beira da cama, eu sei que é você querendo voltar, mas deixa como está durante mais um tempo. O equilíbrio chegará e te garanto amigo, que será nós dois: partes juntas de um destino bem maior que qualquer pretensão da minha serenidade ou das suas paixões loucas já sonhara.


  Espero que perdoe meu excesso de razão porque eu já perdoei seu excesso de loucura.


Chegará o tempo que trabalharão em harmonia cabeça e coração, corpo, espírito e instinto, então seremos como se é na infância, desfrutando de uma alegria incondicional juntos.












PENSAMENTO CONSEQUENTE  : 
  Quando minhas mãos pálidas deixarem cair 

a última caneta em um quarto barato, eles vão me achar lá 
e nunca saberão meu nome, minha intensão nem 
o valor de minha fuga.
Charles Bukowski.





APERTE O PLAY E OUÇA DE OLHOS FECHADOS!

Remove all the bars that keep us apart
And i wish you could know how it feels to be me
Then you'd see and agree that every man should be free
Charles Bukowski.

38 comentários:

  1. Gosto do teu pensamento.

    PS - Dei resposta (Incongruencias) qto ao assunto da vaselina.

    Tenho blog novo ligado ao tema sexo anal...

    http://o-rabo.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. oh obrigada e a música não é japonesa, é coreana e é esta, we hope to become lovers dos FT Island.

    ResponderExcluir
  3. Oiii Aquiles. Vc sempre indo e voltando, rs.

    Amei a música e já estou baixando ela por aqui.

    Um beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Oi, com vai?
    Estou aqui te visitando "com saudades*.
    Não vi mais uma atualização tua...
    Gostei do texto e de voltar a te ler: "excesso de razão?
    Coisa de homens, vocês se acham mesmo, são manhosos.
    Ouça sempre seu coração, viu.
    Homem complicado você*
    Abraço da Mery*

    ResponderExcluir
  5. Seus textos são muito interessantes, diretos, fortes.
    Gosto de degustá-los com calma.
    Grande abraço, sucesso e grato pela visita!

    ResponderExcluir
  6. AQUILES BEM VOLTADO! UM DIA VOCÊ SE ASSENTA.
    SEU TEXTO SEMPRE CHEIO DE EMOÇÕES FORTES E OS ADENDOS EWSCOLHIDOS COM ESMERO.
    PERDOAR UM HOMEM PELO EXCESSO DE RAZÃO SERIA COMO PERDOÁ-LO POR RESPIRAR.
    BJKS DCS

    ResponderExcluir
  7. Existem momentos que fazemos o que deve ser feito, mas fica o pensamento que trago comigo: Somente que faz o que tem que ser feito, com carinho pela vida, pode me questionar. É isso aí! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  8. Gostei do seu texto! Esta muito bem escrito...
    Na realidade, eu achei seu texto muito emotivo e verdadeiro...
    A música no final é muito bonita!
    Eu gostei! \õ/

    Jader Monteiro
    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Bacana, Marcel! Curti a relfexão! Valeu pelos parabéns, querido! Hugz!

    ResponderExcluir
  10. Acompanhando e me encantando!
    Beijos no coração...

    ResponderExcluir
  11. Senti mesmo a sua falta na blogosfera. :)
    E adorei o pensamento... trouxe-me, inclusive, uma nostalgia a respeito de algumas coisas. E cartas são SÓ AMOR. Hahaha!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Aquiles


    Passando por aqui também...
    Feliz ao ler-te.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  13. Às vezes, dá vontade de recordar as pessoas, ou alguma situação que vivemos, mas eu sempre penso que se virou passado é porque jamais deve voltar a ser presente.
    A música do final é linda.

    beijos

    osonhodeumaflauta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Boa noite querido menino poeta indeciso. Mesmo assim, voce conseguiu de maneira poetica, soltar o verbo, separar e unir ao mesmo tempo, teu "EU" interior com teu Ego de homem insuflado e maduro...Mas eu sei, que la no fundinho, guardado perto da alma, existe essse menino poeta, meigo, sonhador, escritor...E um dia, quando não precisares mais se afirmar, pois são fases que irão passar, voce deixará fluir esse ser tão romantico, sensivel e poeta, que existe e insiste em sair de dentro de voce para alegrar e amenizar nossos dias, tuas seguidoras tão fieis e distintas. Adorei te ver de volta, some não?? Venha uma vez por mes, mas venha! Te adoro e te desejo tudo de bom, que voce consiga se encontrar e se tornar um Homem poeta!! Bjinhos carinhosos e obrigado pelo carinho e respseito com meus blogs., e comigo! Boa sorte!

    ResponderExcluir
  15. Isso de colocar demais o coração no que se faz, é por vezes um certo burricídio... Coincidentemente tive hoje essa sensação, como se tivesse que guardar um pouco os sentimentos, porque talvez eles não sejam tão necessários a outrem.

    Fiz o que me pediu, dei o play e mantive os olhos fechados, não o suficiente pra impedir que uma lágrima escorresse de cada um. Linda demais! Eu nada sei do inglês. Mas sei de sentimento... Ouço pela terceira vez enquanto escrevo. Gosto desses caras.

    E sempre gosto das suas letras.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito, Aquiles. Meteste imenso sentimento no texto. É de despedida, mas as despedidas servem para abrir novas portas. Porque não serão caminhos mais felizes? Boa sorte!

    ResponderExcluir
  17. "Chegará o tempo que trabalharão em harmonia cabeça e coração, corpo, espírito e instinto, então seremos como se é na infância, desfrutando de uma alegria incondicional juntos." Adorei isso Aquiles *-*

    Beijoos

    ResponderExcluir
  18. seu texto me fez refletir do tanto que, às vezes, tenho por dizer, mas não posso - seja lá por que motivos...
    gosto do fluxo q têm suas leituras; do q a gente dá a elas ou vice-versa.

    ResponderExcluir
  19. AQUILES O/ O/
    Por ignorância minha, não consigo juntar cabeça, coração, corpo, espírito e instinto. Sempre uso cabeça e as vezes o instinto. É uma falta de sensibilidade minha, eu sei. Conforme o tempo passa vou aprendendo.

    ResponderExcluir
  20. Aquiles,
    esta é minha primeira vez aqui no seu Blog, e feliz o acaso que aqui me trouxe!
    Passei para visitar , mas gostei de tanta coisa que, fiquei mais um pouquinho - que ainda não acabou, rs.
    Parabéns pelo espaço, parabéns pelo talento, o dom de usar as palavras para se expressar com tanta sutileza e beleza.
    Passo a seguir, bem de perto ! (:

    Um Beijo,
    Um excelente fim de semana.
    Jhosy
    (Se puder-quiser me visite também ;)

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Essa coisa de deixar o coração de lado por um tempo é um negócio complicado, principalmente pra quem gosta de segui-lo. Mas é necessário em alguns momentos da vida, é a coisa mais sensata a se fazer.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Oi querido... muito bom chegar aqui e te ler. É sempre um bálsamo quando encontramos alguém que com tamanha desenvoltura consegue traduzir o que sentimos.

    Um final de semana de Amor e Paz ao seu coração.

    Bjs


    OBS: exclui meu comentáro acima porque foi duplicado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Meu amigo, eita eu vivo tentando fazer este eclipse de mente, alma coração, vez por outra dá certo, aí chegam os instintos animalescos corroendo tudo pela frente. Daí, não sei quem está no comando, mas viver é isso aí, tá se embrenhando pelas soluções da vida, lutando por melhorias [ essas lutas são mesmo desgastantes] mas só se consegue dessa forma...

    Muitos abraços pra ti, aproveite bem o fim de semana

    ResponderExcluir
  25. querido Aquiles,

    essa minha mudança de tudo, nada mais é, do que a busca de equilíbrio...

    vc está bem?

    bjkas enormes

    ResponderExcluir
  26. Claro que eu me lembro!! :D
    Muito obrigada!!! *-*

    ResponderExcluir
  27. "O coração sempre esmaga a razão" meu caro hahahaha


    Ah desculpe pela foto do morenão de cuequinha hahaha, mas o publico masculino tb consegue se divertir bastante por la, eu acho ahhaahha

    bjoss

    ResponderExcluir
  28. ah, de uma olhadinha no blog que eu ando dando uma contribuição! Veja se gosta:

    oqueirrita.wordpress.com
    ;)

    ResponderExcluir
  29. No ápice das batidas do meu pensamento, eu vivo as loucuras do meu coração. Por favor, eu preciso achar o equilíbrio.. rs (:
    Volta tá?

    ResponderExcluir
  30. Bah... bem maneiro teu texto, guri! Show de bola! E sim, cerveja em copo plástico é TEN-SO! Abraço!

    ResponderExcluir
  31. Razão e emoção, é sempre uma luta mesmo. Estou tentando ser mais razão e deixar o coração um pouco de lado, espero conseguir (:

    bjs

    ResponderExcluir
  32. Também sou assim também, indo e voltando. Com mais silêncio, com mais força, como uma onda no ar.
    O coração pulsa sem obrigação de amar mas com direito ao repouso.
    Cuide-se.
    :-)

    ResponderExcluir
  33. êee matando a saudade desse cantinho aqui meu caro amigo bloguístico!! Boa semana p vc =**

    ResponderExcluir
  34. Voltando com tudo!
    Sejam novamente,
    bem vindo!

    ResponderExcluir
  35. Voltei para ficar! Adorei a música!

    ResponderExcluir
  36. Razão e loucura desequilibrando-se constantemente... esse foi o único equilíbrio que consegui alcançar desses todos momentos passados da minha vida.

    Bukowski... sempre por aqui. rs

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde!
    Hoje deixo um Ctrl-C,
    mas rico em sinceridade.
    Pois, são muitos os amigos
    que irei visitar nesse dia
    da Amizade!
    "Um abraço de Amigo, dado com
    sinceridade, dura por uma Eternidade!"
    Feliz dia da Amizade!"
    Bjinhos meus...com carinho!

    ResponderExcluir
  38. Wouuuu... texto maravilhoso, acredito que nós mulheres sabemos bem como é dificil manter o equilibrio entre o coração e a razão, um quer uma coisa o outro quer outra mais enfim...faço das suas palavras as minhas: Chegará o tempo que trabalharão em harmonia cabeça e coração, corpo, espírito e instinto, então seremos como se é na infância, desfrutando de uma alegria incondicional juntos. (Não consigo encontrar melhor definição).
    Até mais.

    ResponderExcluir

PENSARAM MAL E COMENTARAM