terça-feira, 15 de maio de 2012

NÃO QUE MINHAS PALAVRAS POSSAM TE LEVAR AMOR... (CARTA AOS MEUS)


  Acho que eu deveria pedir obrigado
porque muito embora houvesse uma tempestade lá fora eu sei que há alguém muito mais louco e com a mesma tendência suicida para o amor.

  Pediria para você não chorar, seria meu conselho. Sei do que você gosta: você gosta de mar, gosta de vestido curto e mão de homem, gosta de música lenta de letra difícil e gosta do programa do Chaves.
  Você entende a quantidade de vida que a gente vai perdendo quando fica num quarto escuro de cortinas fechadas achando bonita toda essa solidão? Não há beleza nenhuma em sofrer, acho muito mais graça quando te vejo dançando “close to me” e deixa fluir pro mundo esse espírito seu que pode ser tão leve e tão doce.
  Quando  foi que o escuro ficou tão atraente pra você? Pediria-te para não chorar, nenhum homem vale a lágrima, nenhuma tragédia humana vale a dor, gostava mais quando você “era egoísta” e apegada aos clichês: coroa de flores na cabeça, saia hippie e vídeos com jeitão de anos setenta, musica na vitrola, roda no parque  e eu ali maravilhado com tanta energia, com tanta positividade.

  Mas lhe digo, as lágrimas em que você esconde a luz só valem de vez em quando, a falta de amor próprio e o desespero não há ninguém que compre ninguém que pague o valor devido a meninas que choram.

  As vezes a gente se machuca, corre e compra um livro cheio de conselhos, corre e vai ouvir gente que não sabe nada da nossa vida, corre e se identifica com as palavras mais tristes possíveis mas nada disso vale nada não morena, discurso não serve na hora do abraço, parágrafos poéticos não ajudam na hora do beijo e hoje já é quinta e não vi você sair desse buraco que se enfiou, amanhã é sexta e você vai continuar lendo péssimos poemas de amor, aposto uma barra de suflair que um suflair de faria bem, aposto minhas palavras mais difíceis que uma frase simples te faria bem assim como os gestos mais simples muitas vezes me salvaram de mim, dos abismos que achava não ter fim e da melancolia que eu dizia que é normal, mas não é normal não garota, o que é normal é ser alegre, ser dono da vontade e do coração, quem te fere quando fere não fere por mal é que tudo  tudo chega ao fim mas quem fica pra trás jamais entende, quem fica pra trás jamais se lembra das pessoas que também deixou para trás. A gente faz birra e diz que a vida chegou ao fim e perde muitas voltas no relógio tomando remédio que dissolve a alegria no sangue como se fosse possível comprar emoção positiva em cápsula, a gente gasta muito  telefonema como se fosse possível achar a cura em quem causa a doença.
  Se esta noite sua febre não passar vamos caminhar por aí, embora haja rancor eu respeito a dor que você me causou pois só nos causa dano quem foi dono do nosso maior amor e nem quero mais te ver triste assim, embora haja uma tempestade lá fora saiba que nossos dias serão para sempre, e que esta carta inteira não vale nada se ignorar a força dentro de você,
  
Menina que é bonita porque é menina que chora, mas pode ser mais bonita por ser menina que sorri.
Não que minhas palavras possam te levar amor, mas vá com calma.





PENSAMENTO CONSEQUENTE:  "Para ódio e amor que dói, amanhã não é consolo."
Guimarães Rosa

43 comentários:

  1. Bom dia!
    Gostei do que li,na verdade é uma carta de aconselhamento,pelas coisas que devemos seguir.A vida se torna bonita e nos torna bonitos se sorrirmos.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre me senti melhor no meu mundo escuro. Na minha solidão. A dor se torna viciante e para quem nunca experimentou o êxtase da felicidade plena é incontrolável não se acostumar com ela.
    --------------

    Sempre me identifico com algo em seus textos. Dessa vez me senti como essa garota que você descreve.

    ResponderExcluir
  3. existe um grandiosidade nas pequenas coisas que, às vezes, são despercebidas...
    vc conseguiu ressaltar bem isso!
    bom te ler!

    bjo

    ResponderExcluir
  4. Oi, adorei, como sempre, escreves deliciosamente, e meu comentário é bem semelhante ao da Only, eu sou assim*, é meu Karma rs
    E mais: eu gosto de mar, de vestido curto *shortinho, de mão de homem e adoro assistir Chaves e Chris...ahaha
    e já tenho 34 anos, acho que sou infantil porque lido com crianças* mas minha alma é assim também; cada um com seu jeito, e você está bem demais, alma sensível e doce*. Que delícia!
    Obrigada por partilhar esse texto¨¨ carta* maravilhoso.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Nós somos responsáveis por nossa felicidade, e isso implica abrir mão de outras coisas. Mas a vida é assim, cheio de ganhos e perdas... o importante é ser feliz, tendo, antes de tudo, amor próprio e confiança em si mesmo.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus, voltou com tudo em ? Está lindo, por mais que o escuro seja tudo que queremos, não vale a pena se integrar assim a dor!
    "Menina que é bonita porque é menina que chora, mas pode ser mais bonita por ser menina que sorri.!"
    Acho que você disse tudo, muito bom!

    ResponderExcluir
  7. Voltasses?
    Seja bem vindo, outra vez!
    Que agora a inspiração seja mais forte
    do que a que já lhe habitava antes de partir.

    Paz.

    ResponderExcluir
  8. Aquiles,


    Creio que cartas expressem muito,

    Mas nada se compara a olhares, sorrisos e cumplicidades,

    Que essa doce Menina faça em ti, morada,


    Um beijo enorme,

    ResponderExcluir
  9. *de mudança Aquiles,


    Correria!

    ResponderExcluir
  10. Que saudades! Até que enfim voltasse, tenho sentido sua falta, até das tuas ranzinzices no face, alias, pra mim o face sem você nem tem muita graça porque não tem com quem eu "brigar".rsrsrsrsrs

    Essa sua carta, parece que foi pra mim, como muitas coisas que escreves e é como se estivesses me lendo.
    Não para Aquiles, você esta cada vez melhor, cada vez mais hábil com as palavras e mais sensível também.

    Bjooos meu Bombom!

    P.S Levei pro pequenas Epifanias ta!!!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom... É bom ver que existem homens que escrevem dessa forma.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  12. Apreciei muito este texto, sentimentalismo e realidade nas dosagens certas...parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Eita Aquiles, acho que qualquer mulher se identifica com a sua menina.
    De uma maneira simples e objetiva[não deixando o sentimentalismo e a poesia nas entrelinhas fugirem] escreveu um texto lindo e cheio de conselhos.
    Bem voltado querido.
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  14. Cara, amei essa frase de Guimarães Rosa, sabias palavras!
    Meu bem... que pena que você não ganhou a T-shirt do sorteio, mais boa sorte para as próximas tentativas de sorteios, rsrs

    bjokas

    erikarayanaheart.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Pra quem será que este texto foi escrito? Qual será o contexto real da história? Que menina será esta? Impossível ler e não se perguntar, não questionar e criar, a partir daqui, uma versão para a sua história que agrade a minha vontade, que me deixe satisfeita. Um escritor só é dono do que escreve enquanto mantém seu trabalho oculto... depois, presenteia a leitores, curiosos, passantes ociosos, com uma infinidade de historias e possibilidades para alar a nossa imaginação e nos fazer sorrir... ou chorar... ou simplesmente viajar. Adoro ler-te menino, bjos.

    ResponderExcluir
  16. Felicidade,Amor, sucesso!
    A eterna busca incansável
    *************************
    AQUILES um abração e muito sucesso!!

    ResponderExcluir
  17. A dor, ela é uma tremenda sedutora, eu sei muito bem. Mas hoje eu prefiro sorrir, sem "mesmo que"'s, não por fingir, mas porque a vida vai passar, de uma forma ou de outra.

    E o que eu posso dizer do seu texto? Envolvente, do início ao fim, repleto da mais pura verdade e sensibilidade e sua maneira de falar "morena" não pôde deixar de me lembrar das músicas de Los Hermanos, em especial. Palavras que toda garota precisa ouvir...

    beijos, que bom que voltou!

    ResponderExcluir
  18. Adorei que voltou!!
    Faz falta por aqui...Faz falta seus textos que parecem dirigidos a uma pessoa especifica, mas que cabem para muitas pessoas...Voce tem o dom de ir fundo e trazer a tona os sentimentos que muitas vezes nao conseguimos expressar ou nao queremos revelar...
    Adoro te ler!!!

    ResponderExcluir
  19. Estava com saudades! Conseguiu um tempo? Legal! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  20. Gostei bastante da sua carta e do pensamento consequente... Nos faz refletir.

    Beijão Aquiles

    ResponderExcluir
  21. Gostei do seu blog. Agradeço a visita ao meu e desejo um ótimo fim de semana. Passarei por aqui outras vezes. Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Cara, que texto lindo! *-*
    Um amor verdadeiro, sempre é válido, seja em uma situação qualquer, ou onde o coração fala mais alto...
    Sério, amar é um sentimento especial, uma dádiva dos céus!
    Adorei seus textos! Parabéns! (:

    Jader Monteiro
    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Também me questionei sobre o motivo de existir desse texto, mas quer saber? Pouco importa. Bom mesmo é degustar desse cantar de verbos, fascinantes.

    Menina que ri é sempre mais bonita que menina que chora, é mesmo.

    Beijo, Aquiles.

    ResponderExcluir
  24. Passando por aqui para agradecer a visita, ando sem tempo mas aqui estou para agradecer.
    Deus abençoe
    asoonhadora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Que carta linda meu amigo!

    Tu tens razão, nada, nada, mas nada mesmo é mais valioso que nós mesmo, o nosso sorriso, a nossa paz, as nossas cores, são valiosas de mais para jogarmos fora por alguém que não reconheceu o tamanho do nosso amor... Há os que podem ser resgatados com ternura e acalanto, e há os que são necessários para sempre, tu , tenho certeza está entre esses pra se guardar do lado esquerdo do peito...

    ResponderExcluir
  26. 'Corre e se identifica com as palavras mais tristes possíveis'

    Não que essas foram tristes, mas que parecem que foram escritas pra mim, aah isso parece. rs
    E não, acho que nem temos noção de quantas vidas perdemos, só o instante que passamos em um quarto escuro, pelo menos naquele momento não temos.

    Tuas palavras me fizeram pensar, moço. Gostei. rs
    http://changesl.blogspot.com/ -

    ;*

    ResponderExcluir
  27. Bom dia Aquiles

    Que coisa mais linda!

    Beijos e um ótimo sábado.
    Ani

    ResponderExcluir
  28. Ola, Aquiles. Que texto emotivo. Belas palavras de um coração repleto de emoção. Parabéns...

    ResponderExcluir
  29. Olá querido, que coisa linda , meu Deus!
    Parabéns! escreve muiito bem!
    Estou seguindo, quando tiver tempo dar uma passadinha no meu blogger.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Nem sempre as palavras levam amor,mas sabe aquietar por algum tempo o calor de uma presença...
    Meu anjo,como é bom te ler novamente,esse espaço me fez uma falta danada nesse tempo que me ausentei e você tambéééém!!!!
    Continue escrevendo lindamente assim viu?
    Beijos meu*

    ResponderExcluir
  31. Às vezes, a gente se machuca. Às vezes, a gente chora. Às vezes, a gente cai e demora para se levantar. Às vezes, a ferida que pensávamos estar cicatrizada, dói. Mas, ao final, a gente supera. Mesmo que demore, superamos. Superamos e amadurecemos com cada uma dessas experiências.
    Fico muito feliz que tenha voltado.

    ResponderExcluir
  32. Oii Aquiles, passando pra desejar uma boa semana!!

    Um beijo!!

    ResponderExcluir
  33. Solidao.palavra que por bastante tempo fez-se bonita para mim como uma tarde alatanjada de raios de sol,porem vem aquele vento frio que bate em nossa face e causa aquele arrepio torturante.acho q em meus maiores momentos de tristezas e alegria foram acompanhados por essa estranha amiga,pois computador em determinado momento nao supre a necessidade de pessoa fisica...carne,ossos ouvidos e principalmente maos para acariciar os cabelos.apesar dos apesares e de atualmente essa beleza misteirosa da solidao ter perdido a graca para esses olhos que mal enxergam naturalmente...aprendi a me conhecer melhor todas as vezes em que a via no pe de minha cama.as pessoas devem sofrer em solidao,amar em companhia e abandonar quando preciso...a solidao,tao estranha e solidao. Bjin amore

    ResponderExcluir
  34. Sabe quando você lê algo, e se sente bem? Aconteceu isso, lendo seu texto, me senti bem, confiante, como se alguém se importasse comigo.
    Gostei bastante, parabéns.
    bjs

    ResponderExcluir
  35. Bacana, Aquiles! Eu e o TPM estamos de volta, cara! Passa lá! Hugz!

    ResponderExcluir
  36. Boa noite menino poeta...Gosto de te ler aqui, não la no face. Aqui te sinto de verdade, menino sensivel, puro, verdadeiro. Homem com "H", pois sabe o valor de um verdadeiro amor. Vida que respira vida...Ah, essa menina muito me lembrou eu mesma, me vi ali, chorando ou sorrindo, mas sempre querendo algo novo. Sofrer por solidão, sentir-se renegada pelo poder da paixão...Ah, menina linda quando sorri, mais muito mais linda, quando chora, pois as lagrimas lavam tua alma, te purificam...Menino poeta, não desistas de teu blog., venha de vez em quando, mas venha, muito nos faz feliz, tuas seguidoras e tambem te faz um bem danado, desabafar, extirpar os sentimentos que tens guardados dentro do peito, escondidos dessa sociedade hipocrita, que diz que homem não chora...Ah, menino poeta, gosto de teu sorriso feliz, mas muito mais, de teu choro involuntário, mas sincero, solto...Abraços carinhosos dessa que nunca te esqueceu e quando voce posta algo, eu apareço!
    Fique bem!

    ResponderExcluir
  37. Seus textos vão direto ao ponto, sem rodeios, por isso sou um grande fã.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  38. Olá Aquiles,

    Passando para agradecer.
    Fiquei muito contente com o seu comentário e pela companhia lá no Wanderlust.
    Sorrir e ir com calma, vamos todos.
    Há braços.

    ResponderExcluir
  39. Disse tudo e disse tanto...

    Tive até que te citar lá no blog. Não deu pra não citar.

    Bjo!

    ResponderExcluir
  40. Com 39 anos (faltando tipo um mês pra 40) ainda posso ser chamada de menina? Diz que sim! rs
    Por que esse texto veio a calhar pra mim.
    ;)

    ResponderExcluir
  41. Já perdi as contas de quantas vezes li esse texto. Muito bom mesmo, parabéns!

    ResponderExcluir

PENSARAM MAL E COMENTARAM