sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

SAUDADE, VINHO, ROCK, BLUES, POESIA...E TUDO MAIS QUE É DO DIABO...

  Estava aqui pensando nas loucuras e na febre que tive um tempo atrás. Do meu lado agora um rabo enorme, um rosto comum dorme.
  Pondero sobre os lamentos passados, parece tão banal agora, mulheres andam passando passando por minha cama, virei outro desgraçado, parte dominante da maldita lei da mediocridade.Talvez tenha sido a forma de deixar a doença para trás.
  Penso que assim venci, o coração, um deserto; a libido saciada a cada dia.Evito certas perguntas, deixo o prazer dos questionamentos infelizes aos poetas, filósofos, loucos...eu não.
  Estou aqui, vivendo no automático, modo STAND BY, provando todas de as maneiras que ausência de dor é alegria, e assim me engano;  jogo a poeira atrás da porta. Expulso o corpo que me toma espaço na cama, quero estar sozinho...estar no sagrado espaço de meus pensamentos incertos, antigos sonhos românticos inúteis, um futuro que deixou de existir...e dizem que mudei.
  Nem sei, continuo o mesmo: ainda sou egoísta, medíocre, limitado; apenas deixei mais á mostra esses meus adjetivos que moldam muitos homens.
  Como todos espero algum telefonema, cartas. Preciso que a alma seja aliviada por palavras, por gestos, eu preciso mas não vivo mais por isso. Me indisponho com utopias e obsessões, as coisas andam pesadas, para os homens todo fim de mês é o fim do mundo, todo dia é o fim de tudo e vamos aguentando, pois isso é o que resta em algumas ocasiões.
  O poeta que se alimentava de palavras está morrendo de fome, o amante perdeu a amada, estamos na sarjeta irmão, nos contentamos com qualquer buceta em qualquer noite, e voltamos pra casa, teorizamos melhoras e matamos e morremos em cima dessas teorias.
  Sob teses envelhecemos e nos entediamos, ficamos chatos.
  Também olho as paredes e namoro a solidão, também tenho auto-piedade, um brinde a nós então, as ruas sujas, os drogados, as prostitutas, eles nos pertencem, são parte de nós, os viciados em amor, os pervertidos sexuais que depois vão para casa escrever poemas e disfarçam uma lágrima no fundo do copo de chá, do vinho e se alimenta do ópio de antigos escritores marginais.
  Eu olhava a alma das pessoas e minha vista cansava de tentar enxergar.Compreender o ser humano quase dói.
  Dizem que os duros sempre retornam...e estou no meu retorno esperando chegar o fim. Até onde esse sentimento passado vai moldar minhas máscaras? Elas foram caindo e agora fui obrigado a mostrar minha face verdadeira ao mundo, meus grandes olhos castanhos pasmos, meu espírito inteiro impregnado de choro e gemidos que assisto nos jornais...e eu mais preocupado com ela..cansado das dores do mundo eu quis sua mão e não encontrei.
  Busquei as sensações do amor em diversas vaginas, nas melhores bundas que pude achar. Meus rock, meus blues, meu vinho não me consolam e aí? 
  Diabos...a vida anda boa, por que esse aperto, essa vontade de bater  a  cabeça no chão e pedir proteção e encarar umas verdades?
Quis passar a noite de natal só e consegui, minha paz. Fiquei alheio a tudo que diziam e desejavam...ao inferno com os desejos de felicidade, eu penso nessa solidão,de estar perdido em coisas tão sem importância.  O que que importa eu sei:   comer, andar, trabalhar...mas passam-se horas, tanta coisa pra fazer e porque ficar pensando compulsivamente no ato de amar?
  A próxima xota se esfrega em minha coxa..não canso, me divirto, depois o tédio, a saudade.             Preciso pensar melhor;  o terror e a solidão são suportáveis, mas tentar entender é o fim.
  Mantenha o coração desperto, a felicidade é um estado de espírito veloz, o amor é mesmo um cão dos diabos.


PENSAMENTOS CONSEQUENTESaprender a vencer é difícil -
qualquer frouxo pode ser um bom perdedor.....e se você tem a capacidade de amar
ame primeiro a si mesmo
mas esteja sempre alerta para a possibilidade de uma
derrota total   
BUKOWSKI

Deixa eu enlouquecer baixinho para não acordar o bom senso.  RENATA FAGUNDES

sob inspiração de BUKOWSKI E OUTRAS COISAS MÁS

42 comentários:

  1. Aquiles,


    Acredite: quando se abre o coração, e mais ainda, quando se compartilha publicamente o que se viveu, sentiu, experimentou, sofreu, amou... A gente cresce, a gente muda... Pode até parecer que não: mas muda sim,


    E o melhor? Somos inacabados,


    Bjkassssssssssssssssss


    'Estive fora, e estava saudades'

    ResponderExcluir
  2. Pensando mal mesmo...
    Como diz a Alê, vamos mudar isso. Abrir as portas para as coisas novas e boas que podem surgir. É certo e pode até parecer verdade que a felicidade dura mesmo que a tristeza. Só que eu acho que depende da intensidade que colocamos nelas. Força mocinho!

    Beijo :*

    ResponderExcluir
  3. Aquiles, querido!!!

    "Até onde esse sentimento passado vai moldar "TUAS" máscaras?"

    Não se preocupe, daqui a pouco vc encontrara todas as respostas!


    Vc sabe que tenho um carinho ENORNE e que estou torcendo por vc, não sabe???

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que bom que você voltou de novo ao meu cantinho!rs
    Bom, tudo o que fizemos no passado não merece tristezas, eu digo sabe pq?Pq tudo o que vivemos é um passo para outra conquista, para mais clarezas e dias. E que a felicidade nos encontre, ao som de uma música por favor não é? rs
    Um abraço

    Juliana

    ResponderExcluir
  5. UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUAL...parece que o seu lado markting...não tem muito peso rsr não foi um texto dificil de ler pra mim (PERDÃO PELA DECEPÇÃO) parece que o rapaz aki está com "crise de existencia" rsrsr fica assim depois piora, é a tendencia, e vai por mim, buscar a felicidade em prazer, sexo...(homens) é um tenso ridiculo! kkk e não o aconselho a buscar a tal felicidade em momentos...vai por mim, UMA ALEGRIA MOMENTANEA é terrivelmente um dor no futuro (na minha vida, agora to vivendo o momento "FAÇA O QUE EU DIGO E NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO", se mee conselho fosse bom ia te cobrar). "Meus rock, meus blues, meu vinho não me consolam e aí? " <<<<AIII? aii quando se xega a essa altura vc se joga! \o/ S'IMBORA heheh

    XEROOO MOÇO

    ResponderExcluir
  6. Aquiles...

    Acho teus textos muito fortes. Gosto... Gosto muito! Mas reservo-me em silêncio. Talvez por receio... talvez medo mesmo de tocar na sua intimidade tão urgente e crua.

    Beijo doce e vermelho

    Sil

    Com carinho sempre

    ResponderExcluir
  7. Então Querido...

    Direi tudo... sem esconder-te nada. Tbm gosto dessa liberdade de sentir sem medo... pudor ou valores sociais.

    Goste do que quiser em meus blogs... em tbm me sinto melhor no Versos Vermelhos. Minha intimidade tbm é urgente... crua e vermelha.

    Doces beijos

    Sil

    ResponderExcluir
  8. Não há "verdades" e "certezas". Não há respostas, a busca pela felicidade em sentimentos "materiais" (corporais, sexuais) é um engano.
    É Aquiles, não somos (eu e vc) bipolares, nos somos MULTIPOLARES!!!!

    BJOOOOS

    P.S. Muito bom te ver!!!!

    ResponderExcluir
  9. Obg pela visita!
    'ame primeiro a si mesmo' .. sempre!
    Beijao

    ResponderExcluir
  10. "Estou aqui, vivendo no automático, modo STAND BY, provando todas as maneiras que ausência de dor é alegria"
    Linda frase e quando paramos para pensar, muitas vezes nos damos conta que em muitos momentos vivemos assim...

    "Eu olhava a alma das pessoas e minha vista cansava de tentar enxergar.Compreender o ser humano quase dói."
    Eu tambem ja tentei entender as pessoas, entender o que as faz serem como sao, ou fazer o que fazem...e quanto mais tento entender, mas complexo a coisa se torna, percebi que somos todos uma caixinha de PANDORA ...portanto pode sair de tudo, as vezes é dificil nos entendermos, nos conhecermos, que dira aos outros

    Adoro seus textos!!

    ResponderExcluir
  11. A felicidade é mesmo um estado de espírito veloz, mas ela acaba voltando... E vai-se embora outra vez.

    Que texto forte, menino! Li um tanto da tua alma, ouvi teus gritos e tu nem gritasse baixinho. Que se lasque o bom senso!

    Andava sentindo falta desses teus verbos que rasgam.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. "...o triste da vida não é AMAR, mas o fato de não SER amado. Doi, machuca, mas me diga: o que te faz melhor em sair por ai atras de diversão apenas com sexo? O que te engrandece ou te traz felicidade em andar buscando migalhas de amor? Voce mesmo disse: primeiro ame a si mesmo! Mas não é isso que vejo neste texto...Querido amei te ler, vejo que a cada dia voce melhora mais e mais. Teu vocabulario se amplia e os resultados são otimos textos, mas espero que não levwes para tua realidade teus escritos e sim o contrario, traga toda a beleza de sua alma para tua vida. Estude, trabalhe e acima de tudo...divirta-se, pois a vida e bela e curta...Mas não se magoe e nem deixe ninguem te magoar. te adoro e quero o melhor para ti. Não tenha medo de ser poeta, sensivel...mulheres adoram um Cafageste poeta, acredite! Com todo respeito...bjinhos!

    ResponderExcluir
  13. Oi meu amigo, passando para te ver, ler, bjssssssssssssssssss.

    ResponderExcluir
  14. Oi querido, obrigada pela visita.
    Confesso que quando li ''E TUDO MAIS QUE É DO DIABO...'' tive receio e um pouco de medo kkkkkk
    Enfim. Solidão não é algo muito bom. Se reter é pior, ein? Amor não é coisa tão ruim. É complicado, sim. Mas, tem seus lados positivos (muitos).
    Não tenho muitas palavras pra te dizer, porém, gostei daqui! Seguindo de volta.
    Aquiles, boa noite, bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá!!! Estou aqui para te agradecer por estar seguindo ao Mais uma de amor, é um prazer ter você comigo. Estou te seguindo também, seu blog é um sucesso. Beijos e volte sempre! :)

    ResponderExcluir
  16. Obrigada, beijinho!
    Também vou seguir*

    ResponderExcluir
  17. Posso pegar um tracho emprestado? claro com os devidos creditos!

    ResponderExcluir
  18. ai ai, como gosto de vir aqui, você consegue passar o que realmente esta sente, suas palavras te desvendam, é tão triste viver assim, submisso, escravo da carência, das vontades canais, mas o que mais doí é não saber se é só mais um capricho do corpo, ou se é também da alma. A verdade é que p amor é um veneno, com um efeito parecido a endorfina, nos alivia, relaxa traz felicidade, mas na verdade esta nós matando lentamente. Parabéns por saber se expressar assim tão bem, usando as palavras, a maior riqueza da alma (:

    ResponderExcluir
  19. Eis ai mto de mim... rs só que achei meu jeito de entender que a ausência da tristeza não é felicidade, me adaptei mais a cretinice do que acreditei um dia ahuahauh... *vai ver eu ja era cretina, atras de uma máscara de menina romântica!
    Adorei o texto, mto talento com as palavras ;)
    bjao!!

    ResponderExcluir
  20. Essa postagem simplesmente me surpreendeu.

    As vezes penso que vivo de uma forma restrita, prefiro não satisfazer minha carne, pois eu sei que aquilo não vai preencher o meu vazio.

    Aposto que têm muitos que tem alguém à mão apenas para ter garantindo um sexo meia-boca de vez em quando, numa tentativa absurda de satisfazer a carne, que só sente saciada de verdade, quando o sentimento de amor entra no meio - Charles Canela

    Um GRANDE beijo pra você.

    ResponderExcluir
  21. Belo blog, belo texto, escrito com sangue!
    Abraço, sucesso e grato pela visita!

    ResponderExcluir
  22. é uma coisa privada entre mim e o João :o ia demorar a explicar ahahah o que quiseste dizer com escrita rebuscada? :o

    ResponderExcluir
  23. ah, entendi :D achava que querias dizer confusa :o

    ResponderExcluir
  24. Eita saudade matadeiraaaa!
    Querido,passa seu msn ou face para conversarmos?
    Quase nao tenho entrado no blog,se quiser nos falamos por lá ;)
    Beijoos

    ResponderExcluir
  25. Olá Sr sumido rsrsrsrs fazia tempo q naum escrevia nada, o quem ta falando =D néh...entaum eu gotei do seu texto, ainda com saudades, ainda procurando a felicidade mas naum esquenta o remédio é parar de procurar ela vem naturalmente...deixa acontcer....bye!

    ResponderExcluir
  26. Olá, Aquiles!
    Como diria vovó: cabeça vazia é oficina do diabo. rsrs
    Se cuide =]

    ah, o blog está lá de cara novíssima e com post novo (:
    Abraço.

    _
    http://e-raumavez.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Aquiles...

    Tive que voltar aqui... e ler novamente esse texto. Fico pensando como seria ouvir um rock e beber um vinho em sua companhia. A vida parece correr por suas veias de maneira impressionante... é como querer tomar o mundo num gole. E essa sensação de que as coisas não cabem no peito e sobram na cama, são o preço por possuirmos almas belas e insaciáveis.

    Todavia, mesmo que essa breve vida não me presenteie com sua presença real... digo-lhe que é um raro prazer encontrar alguém de alma tão vermelha.

    Beijos doces e demorados

    Tenha uma semana de paz e poesia

    Com carinho

    Sil

    ResponderExcluir
  28. Oi tudo bom? Então, é a minha primeira visita aqui no seu e poxa, estou adorando! Estou seguindo e voltarei mais vezes!

    Também tenho um blog, passa por lá? Te deixo o link dele:
    http://25conto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. e o moço diz que escrevo bem mais acho que nunca igual a ele...

    gostei do texto e na verdade ultimamente sinto em grande parte do tempo essa sensação de estar sendo alimentada ao inves de alimentar-se de coisas realmente uteis...sensação de deixar ir garganta a baixo qualquer coisa que diga-se de passagem...alguma novidade!Pois nunca demora muito para que elas ganhem sua verdadeira face e me deixar a ver a vida sozinha...

    parabéns pelo texto bj

    ResponderExcluir
  30. Opa! Bem vindo lá no TPM!

    Já vi que gostas do Bukowski então certamente és dos bons!

    Vou conhecer teu blog e indicar lá nos meus!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  31. "...o terror e a solidão são suportáveis, mas tentar entender é o fim."

    "Eu olhava a alma das pessoas e minha vista cansava de tentar enxergar.Compreender o ser humano quase dói."

    "Mantenha o coração desperto, a felicidade é um estado de espírito veloz, o amor é mesmo um cão dos diabos."

    ... coisas q eu gostaria de ter escrito.

    Adoro te ler, beijo!

    ResponderExcluir
  32. "Compreender o ser humano quase doi" tanta verdade nisso.
    Li varias vezes... a verdade é que nenhum outro sentimento, nenhuma sensação de prazer encobre a falta de um amor, a saudade.
    Para essas, somente o tempo. Não que a dor vá sumir, mas vai clareando como em degradê e se tornando munição para escritos tão lindos quanto esses teus.

    Beijão,
    Fá!

    ResponderExcluir
  33. Ola =)

    "Sob teses envelhecemos e nos entediamos, ficamos chatos.Também olho as paredes e namoro a solidão," amei estas palavras. Realmente eu até posso ter um "jeitinho" para as rimas mas tu tens jeito para as prosas por demais. Parabéns pela forma como escreves e descreves as situaçoes.

    Boa noite

    ResponderExcluir
  34. Primeira vez no seu blog! Pra falar a verdade ele é chocante em vários sentidos! Sua escrita é muito peculiar e envolvente. Suas palavras são audazes. Seus pensamentos são insanos. Gosto disso. Parabéns pelo post!
    Vou te seguir para continuar PENSANDO MAL!.rs
    ---
    Visite o meu espaço: blogestarcomvoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. Demais. Nem tenho palavras, você escreveu super bem esse texto. Meus mais sinceros parabéns mano. Adorei.
    Sucesso SEMPRE, abração.


    Ewerton Lenildo – Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro

    ResponderExcluir
  36. Salve grande Aquiles, estava lendo teu escrito para meu amor e, ele gostou demais, acho que ele acabou vendo um pouco do passado dele nas entrelinhas, pra ser sincera, acho que todos já passamos por solidões acompanhadas, e iludimos pessoas no momento em que buscamos a nossa própria salvação...

    O amor verdadeiro, quando distante é o que mais nos dói, mas viver nos apetece.

    Abraços mil, saiba que sou fã dos teus textos.

    ResponderExcluir
  37. Olá!

    Mais um texto seu que leio, e que me deixa extasiada, sem palavras. Parabéns, você parece escrever com o coração, e isso é muito bonito. E quem nunca sofreu por amar? Aqueles que nunca amaram...

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  38. 'Garoto mau'!!
    Adorei seu texto. seguindo.

    ResponderExcluir
  39. Acho que para sermos amados, primeiro precisamos amar. Então não adianta ficar na vibe "ah, queria tanto amar.. mas não acho ninguém que seja digno de ser o objeto do meu amor". Pq o difícil não é achar o objeto do amor. É aprender a amar. Bjo, garoto.

    ResponderExcluir

PENSARAM MAL E COMENTARAM