terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Eu vou pensar que é festa essa alma tranquila

  Se eu pudesse, não deixaria saudade em ninguém. Partiria assim numa manhã de sol, com um ou dois livros na sacola, uma canção na cabeça.
  Poucos se doeriam por mim e eu com o tempo seria um mistério até mesmo para os mais próximos.Eu iria  para algum lugar que não me lembrasse nada, e eu possa esvaziar-me de tudo.Não deixaria pistas e nem marcas na estrada, nem caminho de migalhas para pássaros ou antigos amores.
  Eu me tornaria na vida de todos assim como uma breve miragem, um rastro de luz que passou pela Terra e talvez sem lembrar do meu nome diriam que foi um disco voador ou uma aparição de outra dimensão-tempo-espaço.
  Se pudesse, não levaria na pouca bagagem essa contagem louca e sem sentido que chamam de horas, meu tempo seria uma abstrata idéia onde não sendo consumada noções de meios e fins, me daria a plena liberdade; não como algo a me condenar, mas como ela sempre foi no ideal humano, um pássaro no céu sem direção e objetivos definidos por limites terrenos.
  A coisa que mais desejo agora é paz.
  Amor eu desejei e sempre vou desejar, mas agora quero que ele seja meu prêmio pela tranquilidade.
  Ah se eu pudesse partir sem machucar ninguém, se eu pudesse explodir o mundo sem machucar os que amo...


  Mas por enquanto vou ficando com esse sorriso congelado no rosto e uma vontade enorme de um outro lugar.



PENSAMENTO CONSEQUENTE:

Se fosse resolver iria lhe dizer: "foi minha agonia", E a amargura e o tempo
vão deixar meu corpo,
minha alma vazia
E sem que se perceba a gente se encontra
pra uma outra folia


OSWALDO MONTENEGRO



31 comentários:

  1. Tenho essa mesma vontade... Enquanto não é real, viajo nos meus pensamentos. Mas a maior vontade é de sumir. Ótimo texto, beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Hello,
    Se v/ pudesse...se Eu pudesse: suas palavras soaram como se fossem minhas- esse foi seu melhor texto, indiscutivelmente. Porque foi puro, sincero mais que todos os outros. Porque nele muita gente se revê, nele eu me revejo e desejo esssa paz , essa tranquilidade!
    Amar...claro que continuamos querendo amar...quem nos merecer! Mas...alguém nos merece? Quem nos compreende? Quem fica em silêncio quando a gente pede u pouco de silêncio? quem não faz perguntas quando a gente pede- "Olha, não me pergunta nada , hoje". Quem não deixa de nos amar apenas porque somos sensíveis demais...e isso é interpretado como sendo nós pessoas de "mau-feitio" ou "pernonalidade difícil"?...Meu querido...estaremos condenados a ficar sós para sempre? Olha...não faz mal... Desde que a gente tenha nossa Paz, nossa tranquilidade...e a gente esteja bem com a nossa consciência..não faz mal! Sinto que preciso ficar só, hoje!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Aquiles,

    Infelizmente, ao mesmo tempo que deixamos cicatrizes, levamos conosco, as que os outros provocam...

    Viver é causar: decepção ou orgulho. Em qualquer circunstância, ao partir, deixaremos alguma coisa, boa ou não, é uma coisa que somente aquele que ficou, vai definir.

    A Nós, ficam desejos como esse... Irrealizáveis.


    BJkassssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Eu sei bem como é se sentir assim, querer sumir mas ao mesmo tempo vc pensa nas pessoas ou se elas sentiriam a sua falta, as vezes seria bom apagar tudo da mente e não pensar em nada, mas naum da!
    Entao só nos restas viver e querer amar e ser amado....

    Beijussss e linda semana a ti!

    ResponderExcluir
  5. Sorrir para a vida também é uma teoria, deixar estar é bom para o ser. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  6. ... "E sem que se perceba a gente se encontra
    pra uma outra folia..."

    Aquiles meu amigo mitológico e real, também sinto-me tantas vezes invadida pela vontade de ir-me embora, levando muito, muito pouco peso, mas existem tantos impedimentos, tanta coisa que me prende, aí, volta e meia meu amor e eu damos uma volta de mãos dadas e tentamos mudar o nosso jeito de ver a mesma coisa.

    Tempo, tempo, tempo, tempo, seja nosso amigo.

    Adoro o teu jeito de escrever.

    Abraços mil,mil, mil nesse novo ano vamos comentar muitas coisas, fazer inúmeras poesias e dar gargalhadas pacas... rs

    ResponderExcluir
  7. Olá Aquiles querido


    Não acho que a gente passe pela vida despercebido... Porque somos pessoas que amam...
    E quando isso acontece sempre deixamos e levamos algo.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  8. Que texto maravilhoso, um sentimento que a maioria das pessoas sente e não conseguem traduzir em palavras. Parabéns.

    "Não deixaria pistas e nem marcas na estrada, nem caminho de migalhas para pássaros ou antigos amores." Tô precisando de uma sumida dessas. rs
    Tô seguindo, e mais uma vez parabéns pelo lindo texto, me encantei quando vi los hermanos aqui no ladinho da página, ótimo gosto musical. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto.. Principalmente este trecho:
    "Eu me tornaria na vida de todos assim como uma breve miragem, um rastro de luz que passou pela Terra e talvez sem lembrar do meu nome diriam que foi um disco voador ou uma aparição de outra dimensão-tempo-espaço."

    ResponderExcluir
  10. Seu texto me trouxe antigos sentimentos...coisas que eu quis escutar um dia de alguém... todas as suas palavras foram exatamente as que eu queria ter escutado de alguém que entrou num avião sem olhar pra trás e nunca mais voltou.
    =\

    ResponderExcluir
  11. Não há como partir sem deixar saudade em quem quer que seja... Eu acho.

    Tão lindo tudo isso, Aquiles. E tocante. E verdadeiro. É maravilhoso quando as pessoas compartilham um tanto de si, das emoções que a preenchem.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. AAAA, se pudéssemos "sair" da vida dos outros sem deixar saudade, nem muito menos levar.. seria perfeito. Mas é a vida. Ótimo texto mano. Adorei lê-lo. Meus parabéns.
    Sucesso sempre, abração.

    Ewerton Lenildo - Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro

    ResponderExcluir
  13. Aquiles, muito bom o texto, em?

    Fiquei com vontade de fugir!Ah se eu sim pudesse e tivesse coragem de FUGIR de mim mesma!!! Ai sim, encontraria a tranquilidade de não se viver tão intensamente tantos sentimentos...mas por enquanto vou ficando e sugando tudo o que posso me OFERECER!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. CLAP!!CLAP!!CLAP!! TE APLAUDO DE PÉ!PARABENS!!
    "A coisa que mais desejo agora é paz.
    Amor eu desejei e sempre vou desejar, mas agora quero que ele seja meu prêmio pela tranquilidade.
    Ah se eu pudesse partir sem machucar ninguém, se eu pudesse explodir o mundo sem machucar os que amo...
    Mas por enquanto vou ficando com esse sorriso congelado no rosto e uma vontade enorme de um outro lugar."
    Levei esse para meu Blog.,meu modo suave, vai ficar na lateral, afinal é o que mais queria esse ano...Acertou em cheio...Lindo demais...Bjinhos magicos

    ResponderExcluir
  15. "Amor eu desejei e sempre vou desejar, mas agora quero que ele seja meu prêmio pela tranquilidade."

    A arte de deixar as coisas simplesmente virem...

    ResponderExcluir
  16. Aquiles,
    Perfeito o texto!
    "Se pudesse, não levaria na pouca bagagem essa contagem louca e sem sentido que chamam de horas, meu tempo seria uma abstrata ideia onde não sendo consumada noções de meios e fins, me daria a plena liberdade".
    A preocupação com o tempo é a maior cerceadora da nossa liberdade. Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  17. Amigo...deixando aqui meu abraço e dizendo-te ..mantem-te junto comnosco..aqueles que sentem sem vergonha de sentir..seguindo-te

    ResponderExcluir
  18. Se eu pudesse, não deixaria saudade em ninguém. Partiria assim numa manhã de sol, com um ou dois livros na sacola, uma canção na cabeça.

    Perfeito !
    Seguindo aqui =)
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  19. Meu querido Aquiles ,
    não faz muito tempo. que postei um textinho que reflete mais ou menos isso ai que você esta vivendo.
    "Pensamento solto , muita coisa na bagagem
    palavras perdidas , muita coisa não dita .
    Eu sei que é preciso deixar,
    várias bagagens pelo caminho,
    pra viagem se permitir mais leve.
    Enquanto a viagem começa ,
    o peso vai me libertando ...

    e parece ser assim , ás vezes mesmo não querendo deixar coisas para trás , o coração pede ...

    Lindo texto ! Beijo:)

    ResponderExcluir
  20. Vontade de sumir também...

    E a coisa que mais anseio também é paz. Também pudera: vivendo no Hospício, paz é algo que não conheço!

    ResponderExcluir
  21. Ah!

    Feliz 2012!

    Que você se sinta reiniciando, assim como o ano. E realize seus desejos! E que não deixe de sonhar!

    ResponderExcluir
  22. Ah, gostaria de saber até onde vai toda essa meiguice de não querer magoar os demais ao partir livremente.
    Quase todo mundo, chega uma hora que vai sem remorso.
    Eu muitas vezes gostaria de ir até onde a estrada acaba. Mas e as dívidas, e a vida, e os amores que prendem mesmo sem existir?

    ps:Você já assistiu Na Natureza Selvagem?


    beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Belo texto...intenso e transparente...estou te adicionando no facebook ete convidando para o grupo que criei recentemente: "Escrever"
    Seja bem vindo!

    ResponderExcluir
  24. ahhh e obrigada por suas palavras! bjs

    ResponderExcluir
  25. Fantástico, você escreve lindamente.

    Sorria sempre, mesmo quando não tem vontade de sorrir e vai ver que todos os problemas parecem ter solução imediata.

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Passando para te desejar um 2012 repleto de conquistas!
    Sorte!
    beijos mil

    ResponderExcluir
  27. Pois é, quem nunca teve essa vontade louca de partir para outro lugar, partir o mundo, partir, partir, ...? Feliz 2012!

    ResponderExcluir
  28. Adorei tuas linhas, Aquiles!

    "...por enquanto vou ficando com esse sorriso congelado no rosto e uma vontade enorme de um outro lugar" ;*

    Este ano to colocando o pé na estrada! beijo

    ResponderExcluir
  29. Ahhh e se eu pudesse partir sem levar saudades!

    ResponderExcluir
  30. Nossa, adorei o texto... profundo, denso e reflexivo, assim como eu gosto. :)

    Beijos. :*
    http://universoliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir

PENSARAM MAL E COMENTARAM